Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Interclube joga em grupo simptico

Silva Cacuti - 23 de Setembro, 2019

O Petro de Luanda a equipa com mais conquistas, 19 no total, enquanto o 1 de Agosto tem cinco conquistas.

Fotografia: Dr

O sorteio da 41ª edição da Taça dos Clubes Campeões seniores masculinos colocou o Interclube, único representante angolano, num grupo \"simpático\" a julgar pelos integrantes. A equipa angolana figura no grupo A ao lado das equipas do JSK da RDC, Red Star da Costa do Marfim, Sporting Clube de Alexandria (Egipto) e Atlético de Cabo Verde.
A ausência do vice-campeão continental, Al Ahly do Egipto, e também a não inscrição de representantes tunisinos nem argelinos beneficia o representante angolano. Os polícias orientados por José Pereira \"Kidó\" vão ter como opositor mais sério na fase de grupos os egípcios do Sporting por causa do ranking do andebol masculino do Egipto. Depois disso, há que ter cuidados com os congoleses do JS Kinshasa, que se quedaram na quarta posição do ano passado.
O facto abre boas perspectivas para a participação angolana que busca a melhoria do sexto lugar conseguido em 2010, na sua última presença na competição. Pior seria se a equipa calhasse ao lado do Zamalek, campeão continental e egípcio. Perspectiva-se que o Zamalek faça uma primeira fase com mais preocupações por estar inserido no grupo B, no qual pontificam os marroquinos do Widad de Marrocos e o Fap dos Camarões. A completarem o grupo estão as equipas do Etoile da RDC e do Desportivo de Cabo Verde.
Na prova masculina, o 1º de Agosto é a equipa angolana mais bem cotada com uma conquista e outra medalha de bronze. O Sporting de Luanda e o Desportivo da Banca já chegaram a disputar as finais.
Em relação às equipas femininas, o Petro de Luanda vai precisar esforçar-se mais, uma vez que,  no grupo B, conta com as companhias do Abo Sport do Congo e do FAP dos Camarões. O estreante Evabuka da RDC completa o grupo. Depois das equipas angolanas, o FAP e o Abo Sport têm sido as equipas mais competitivas.
O 1º de Agosto, campeão em título, vai jogar no grupo A ao lado do DGSP do Congo, Heritage da RDC, Atlético de Cabo Verde e Bandama da Costa do Marfim. 
O Petro de Luanda é a equipa com mais conquistas, 19 no total, enquanto o 1º de Agosto tem cinco conquistas.