Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ioda pondera deixar MotoGP

22 de Janeiro, 2016

Giampiero Sacchi (à direita) tem apoio da empresa promotora da MotoGP e da Superbike

Fotografia: AFP

 A equipa Ioda pode deixar a categoria para se juntar ao Mundial de Superbike com equipamento da Aprilia, de acordo com o site alemão ‘Speedweek’.

A publicação avança que a mudança da equipa de Giampiero Sacchi conta com o apoio da Dorna, promotora das duas categorias, que precisa de uma equipa na grelha do Mundial de Superbike para operar equipamento Aprilia. A fábrica italiana decidiu deixar a série para concentrar os seus esforços na MotoGP, para onde voltou em 2015. Ainda de acordo com o ‘Speedweek’, caso a mudança seja concretizada, a Ioda contaria com Lorenzo Savadori, que conquistou o título da Superstock 1000 com a Aprilia, e com Alex de Angelis, que continua a recuperar-se das lesões sofridas no Grande Prémio do Japão do ano passado.

À publicação britânica ‘Crash.net’, um porta-voz da Ioda confirmou as conversas sobre uma mudança para o Mundial de Superbike, mas disse que nada está definido.

"De momento, a Ioda ainda está na lista da MotoGP; há alguns contactos em relação a opção do Mundial de Superbike, mas a Ioda está a trabalhar actualmente na classe rainha”, disse.  A Ioda chegou à MotoGP em 2012 através do regulamento CRT e usa uma moto baseada na superbike RSV4 da Aprilia. No ano passado, a equipa tinha a pior moto da grelha, mas esperava contar com uma RS-GP, a moto usada pela casa de Noale no Mundial em 2015 neste ano.