Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Jacob aponta Tóquio'2020

Rosa Napoleão - 27 de Outubro, 2016

Auxílio Jacob mereceu reconhecimento dos associados

Fotografia: Jornal dos Desportos

Depois de quatro anos de sucesso em África, Auxílio Jacob pretende estender a exibição de Angola nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. A intenção do presidente cessante da Federação Angolana de Ginástica consta do seu programa de acção para o ciclo olímpico 2016-2020, apresentado aos filiados, com vista as eleições de renovação de mandatos agendados para 18 de Novembro, no Complexo do Futungo de Belas.

Para alcançar o objectivo, Auxílio Jacob vai dedicar toda a sapiência para levar a ginástica nacional "à esfera mundial e marcar o nome de Angola ao mais alto nível". O candidato único ao cargo máximo da FAG sustentou que pretende ir "mais longe", por "Angola se distinguir em África". Nos últimos quatro anos, o país coleccionou centenas de medalhas.

Para além da grande competição olímpica, perfilam da lista de prioridade, a conquista de medalhas nos campeonatos mundiais, à semelhança do feito alcançado por Ana Mpanzo, na Taça de Mundo."Temos visto a evolução da ginástica", destacou.Auxílio Jacob prometeu a consolidação da extensão da modalidade em todo o país. No primeiro ano, vai trabalhar para inserir a prática da ginástica nas províncias do Bengo e do Moxico, as únicas que não praticam o desporto de trumbling.

O candidato único garantiu dar continuidade às construções dos Centros de Alto Rendimento especiais, à semelhança do de Benguela, Huambo e Huíla. A formação de quadros, monitores e professores de educação física, também consta do programa de acção. Auxílio Jacob concorre à própria sucessão à pedido dos associados, que reconhecem a transparência e coerência de boa gestão da modalidade.

O processo eleitoral decorre sem constrangimentos, segundo Jesus Porfírio, presidente da Comissão Eleitoral que garantiu a tomada de posse dos corpos gerentes na mesma semana das eleições.A recondução de Auxílio Jacob vai contar com votos dos representantes de Luanda, Cabinda, Benguela,  Uíge, Huambo, Bié, Huíla, Namibe, Lunda Sul, Cuanza Norte, Cuanza Sul, Malanje e Cunene, que consolidaram as renovações de mandatos. Cuando Cubango e Moxico perderam o direito de voto, porque não concluiram o processo de eleição.

A lista única é constituída por 21 membros. À Mesa da Assembleia concorrem Baltazar de Oliveira (presidente), Henriques Jacob (vice -presidente) e Idalina Fragoso dos Santos (Secretária). Na direcção, Auxilio Jacob conta com Natacha Gomes Fortes (vice-presidente  de Administração e Finanças), Ruben Mangueira de Carvalho (vice -presidente para Relações Internacionais), Agostinho Sungo (vice -presidente para o Desporto), Jesus Porfírio dos Santos (vice -presidente para as Relações Públicas, Comunicação e Imagem), Elsa Holária Pitra (vice -presidente para o Acompanhamento das Províncias) e Nguesa Campos (Secretária- geral). Para os vogais de direcção concorrem Cláudio Domingos e Melvânia Santiago dos Santos.Raul Lima vai dirigir o Conselho Fiscal, coadjuvado por Afonso Kuedy (vice -presidente). Paulo Serrão concorre para presidente do Conselho de Disciplina e Jorge Minguês vai liderar o Conselho Jurisdicional.

RECONHECIMENTO
Angolano integra Comissão da FIG


O presidente cessante da Federação Angolana de Ginástica, Auxílio Jacob, foi indicado recentemente pela Federação Internacional de Ginástica (FIG) para integrar a Comissão Técnica da FIG para a África, nas disciplinas de ginástica rítmica e trampolins no Congresso realizado de 18 a 20 de Outubro, em Tóquio. A aclamação atribuída a Angola deveu-se aos feitos alcançados pelo país, em África, e em diferentes torneios mundiais.
A prestação da Selecção Nacional, no Campeonato Africano da Namíbia, saltou à vista dos responsáveis da instituição que reconheceram o valor e o esforço dos integrantes das selecções masculina e feminina, apesar de perderem as medalhas. 

NACIONAIS DE INICIADOS
E JUVENIS JÁ TÊM DATAS


O município da Gabela na província do Cuanza Sul prepara-se para acolher na segunda quinzena de Novembro, a oitava edição do Campeonato Nacional de Iniciados e Juvenis, organizados nas disciplinas de ginástica rítmica e tumbling facultativos.

A prova conta com a participação das equipas do Petro de Luanda, Ixi Yetu de Malanje, Petro do Huambo, Team Elite, Kabuscorp do Palanca, Benfica do Namibe, SC Atlético Zona A de Benguela, Jackson Garcia de Benguela, Sporting Clube do Bié, Núcleo do Cuanza Norte, Grupo Desportivo do Wembo, Petro do Huambo, Dodo da Lunda Sul e Belo Horizonte de Benguela.

O Atlético da Zona A e o Belo Horizonte, da província de Benguela,  são estreantes na competição e apresentam-se como candidatas ao troféu máximo. A boa performance no Campeonato da Zona dá garantias de integrar a lista restrita de potenciais vencedores.

A comissão organizadora está a providenciar a assistência médica e de segurança, ginásio, alojamento, transporte interno, assim como a alimentação dos participantes.

Após o campeonato nacional, o Conselho Técnico realiza a uma acção de formação para monitores e professores de Educação Física. 
 ROSA NAPOLEÃO