Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Jacob garante medalha no mundial dos EUA

Rosa Napoleão - 01 de Novembro, 2014

Jacob garante medalha no mundial dos EUA

Fotografia: Jornal dos Desportos

Auxílio Jacob sustentou ao Jornal dos Desportos, que os resultados do campeonato mundial passado servem de base de sustentação, porquanto Angola disputou a meia-final.

“Temos realizado trabalho árduo com a ginástica e pensamos trazer medalhas dessa prova. Já chegamos a uma meia-final e podemos avançar”, disse.
Auxílio Jacob realçou que se houver enquadramento nos aspectos universais aceites dentro da ginástica se vai notar a progressão do país.

“A prestação de Angola garante-nos que podemos chegar mais longe. Temos de valorizar essas crianças, que nos surpreendem sempre a competir em pé de igualdade com países da elite nos campeonatos mundiais e nos Jogos Olímpicos”, disse.

Auxílio Jacob relembrou a conquista alcançada pela atleta Ana Panzo, de 17 anos de idade, que conquistou a medalha de ouro na Taça do Mundo, disputada de 29 de Junho a 15 de Julho, em Lisboa. O circuito português contou com a participação 17 países na especialidade de ginástica rítmica individual e por aparelhos.    

O conjunto de 11 atletas encontra-se em Portugal, onde finaliza o estágio. A Selecção Nacional vai competir nas especialidades de trampolim, tumbling e duplo mini em todas as categorias.

A viagem para o palco da competição acontece em duas etapas. O primeiro grupo é composto por juniores e juvenis e chegam aos EUA no dia três. O grupo entra em cena seis dias depois, a 9 de Novembro, compete nas disciplinas de tumbling e trampolim. Pina Ferrão e Orlando Gaundez chefiam a delegação, enquanto Xungo Toko é o seleccionador nacional.

O segundo grupo vai disputar as provas de duplo mini no dia dez do corrente. A vice presidente da Federação de Ginástica, Elsa Pitra, chefia a delegação, e Gomes de Oliveira é o seleccionador nacional.

Este ano, a Selecção Nacional competiu em diferentes provas internacionais com realce para os campeonatos mundiais da Turquia, nas disciplinas de rítmica e conjunto individual, no Mundial da Bélgica, em artística. Em África, Angola conquistou 23 medalhas, das quais seis de ouro, 12 de prata e cinco de bronze, no Campeonato Africano da Namíbia, em Abril e Maio do ano passado.