Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Jamaicano Bolt desafia autocarros em Buenos Aires

03 de Outubro, 2013

Velocista jamaicano Usain Bolt quer vencer um autocarro na Avenida 9 de Julho uma das lindas ruas da capital da Argentina

Fotografia: AFP

O jamaicano Usain Bolt bicampeão olímpico dos 100 m, 200 m e 4x100 m tem mais um desafio inusitado na sua carreira. Conhecido também pelo seu carisma e bom relacionamento com o público, o velocista aposta na corrida com um autocarro em Buenos Aires capital da Argentina.

De acordo com o diário Olé Bolt vai tentar vencer um Metrobus na Avenida nove de Julho, uma das vias em que funciona o sistema de transporte rápido, inaugurado em 2011. O evento deve ocorrer no início de Dezembro, mas ainda não tem data definida.

«Bolt está muito empolgado em visitar-nos e pode vir com outros três corredores jamaicanos», disse à publicação Guillermo Marín, um dos responsáveis pela organização do evento. Na presente época Usain Bolt voltou a marcar o seu nome na história do atletismo ao vencer os 100m, os 200m e a estafeta 4x100m no Mundial de Moscovo, tornou-se o atleta mais vitorioso da história da competição, ao superar Carl Lewis.Fruto do seu desempenho nas mais diversas provas, o jamaicano é um dos candidatos ao prémio de Melhor Atleta do Ano da IAAF.

A Federação Internacional de Atletismo escolheu dez homens e outras tantas mulheres, eleitos por um grupo de especialistas da “família mundial do atletismo”, que inclui membros da IAAF, directores de competições internacionais, atletas e jornalistas especializados. Entre os eleitos, figura “o rei da velocidade”, Usain Bolt.

ANTIDOPING
Italiano acusado de usar
pénis falso para iludir exame


O fundista italiano Devis Licciardi está a ser investigado pelo Comité Olímpico do seu país por tentar ludibriar o exame antidoping depois de uma prova de «10 km» realizada no dia 21 de Setembro deste ano, na cidade de Molfetta.

De acordo com o site La Voce d’Italia  o atleta foi apanhado em flagrante utilizando um pénis falso durante a colecta de urina.
Apontado recentemente como um atleta promissor pelo jornal La Stampa depois de óptimos resultados nas provas de três mil metros obstáculos, Licciardi foi ao
exame antidoping com um kit de um pénis falso e outro tipo de urina. O médico da organização desconfiou do pedido do fundista, que pediu para «ficar sozinho» durante a colecta de urina, e detectou a prática ilegal.

Apesar de pitoresca tal artimanha não é uma novidade no desporto. O jornal italiano La Repubblica chegou a produzir uma reportagem onde indicava kits com pénis falsos e compartimentos com urina sintética (que cabe no ânus) podem ser adquiridos na internet por 130 euros.

Se for considerado culpado Licciardi pode enfrentar uma longa punição do Comité Olímpico Italiano para servir de exemplo a outros atletas.