Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Jenson Button está céptico

26 de Dezembro, 2015

Piloto britânico acredita que a regra vai ter pouca eficiência

Fotografia: AFP

Jenson Button não se mostrou tão entusiasmado, com a ideia de ter mais liberdade no que diz respeito aos pneus, na próxima época. Para o inglês da McLaren, a opção aberta vai fazer pouca diferença, porque as equipas da F1, em última análise, vão convergir  nas mesmas escolhas.

A partir de 2016, a Pirelli vai levar para todos os Grandes Prémios, três dos cinco compostos de pneus slicks da F1. E as equipas vão ter a oportunidade de escolher dois compostos, com antecedência de duas semanas, para cada etapa do calendário. Em teoria, a regra tem como objectivo proporcionar diferentes estratégias de pit - stops durante as provas.

Button revelou-se céptico quanto à eficácia da iniciativa.

"Todo o mundo vai usar os mesmos pneus, a menos que exista um enorme problema com o pneu. Quer dizer, ainda é muito limitado", afirmou.

O campeão de 2009 justificou-se: "Se fosse completamente aberto, você poderia usar qualquer um dos pneus disponíveis. Teríamos a oportunidade de ver alguém a correr com uma escolha bem diferente, até um pouco mais louca. Mas ainda está limitado a três compostos e todo mundo vai optar exactamente pelos mesmos pneus".

Questionado se a medida foi mais uma oportunidade perdida para melhorar a dinâmica das corridas da F1, Button respondeu: "Há muitas oportunidades perdidas neste desporto. E  isso, não dá para mudar”. "Depois da primeira corrida, ninguém mais vai falar  sobre isso", disse.