Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Jeremias sofre corte na testa

Pedro Futa - 13 de Janeiro, 2020

Fotografia: Kindala Manuel

Corte no lado direito da testa e perfuração no queixo estampam o semblante de Jeremias Soma, fundista paralímpico da classe T11 (cegueira total). O atleta angolano foi envolvido no incidente que decorreu à entrada do campo do Catetão, palco da final do Grande Prémio 40 Anos do Petro de Luanda em atletismo, realizado ontem, a partir do Largo do Atlético, numa extensão de seis quilómetros.

O episódio ocorreu no momento em que o guia de Jeremias Soma perdeu o controlo à entrada do campo do Catetão. O desequilíbrio fez com que o fundista embatesse em frente de uma das portas de acesso ao clube tricolor.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o médico do Petro de Luanda, Nelson Bolivar, garantiu que estado clínico de Jeremias Soma é estável.

\"O Jeremias está bem, teve umas lacerações no lábio inferior e na testa. Levou três pontos. Os dentes roçaram a língua no momento do embate, mas não é grave. Depois do curativo, foi liberado para casa\", disse.

O 1º de Agosto dominou a prova masculina com Severino Vicente. O vencedor cronometrou 9min41s72, seguido dos colegas de equipa, Avelino Sanganhale (19min42s05) e Rafael Epesse (19min43s10).

Em feminino, Ernestina Paulino, do Interclube, conquistou a medalha de ouro com o tempo de 22min43s06, seguida da Josefina Baptista (23min03s10) e Joana Baptista (23min47s76), ambas do 1º de Agosto.

Em paralímpicos, Silvestre Ngula venceu a prova, seguido de Amadeu Chiteque e de Sebastião Neves. Rodé Fernando venceu em feminino, seguida de Maria Joaquim e Edna Manuel.

Na classe de popular, Emanuel dos Santos conquistou o ouro. Guerra Cassinda e Constantino Vieira completaram o pódio. Rita Francisco venceu em feminino, seguida de Maria Bimbi e Rodé Eduarda.

O presidente do Petro de Luanda, Tomas Faria enalteceu a competição e gostou do desempenho dos corredores.

\"Foi uma excelente prova e gostei do desempenho dos atletas. O vencedor correu os seis quilómetros em 19 minutos. Foi muito rápido. Faço um balanço positivo da corrida\", frisou.

A organização atribuiu ao vencedor o prémio de 200 mil kwanzas. O segundo classificado recebeu 150 mil e o terceiro 100 mil kwanzas.