Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Joo Jlio conquista torneio

lvaro Alexandre - 26 de Outubro, 2014

Atleta do Ncleo de Viana ( esquerda) inscreveu o nome na restrita lista de campees da prova organizada pela Associao Provincial de Xadrez de Benguela

Fotografia: Jornal dos Desportos

João Júlio é o grande vencedor do Grande Prémio "Desenvolve em Xadrez-Benguela 2014", que decorreu de 18 a 25 do corrente no Hotel Praia Morena nas terras das acácias rubras. O evento encerrou ontem com quatro concorrentes empatados com cinco pontos na liderança.

João Júlio beneficiou de maior coeficiente em relação aos adversários directos. No primeiro ítem de desempate, o campeão ganhou-os nos jogos directos. Assim, o coeficiente de João Júlio é de 29,5 pontos; Sebastião Domingos, 29; Cristiano Aguiar, 27; e João Mário, 25,5 pontos.

Na última jornada, a vitória de João Mário sobre João Júlio foi um mal menor. O efeito da vitória fez-se sentir mais nos resultados de outros concorrentes. O baixo coeficiente  que João Mário trazia de outros jogos  foi insuficiente para levá-lo ao título. João Júlio entrou na sétima jornada com cinco pontos, pontuação que nenhum outro atleta teve.

Noutras partidas da jornada, Sebastião Domingos empatou com Cambando José; Cristiano Aguiar derrotou Erikson Pascoal. Mário Neves empatou com Francisco Flora, resultado igual da partida entre Napoleão Francisco e Ernesto Antunes. Cláudio Abílio venceu Evaristo Cavovo, Wilson Tomás derrotou Emildo da Silva e José Abreu venceu por falta de comparência Gerson Arão.

Na classificação final do Grande Prémio Desenvolve em Xadrez-Benguela 2014, João Júlio ocupou a primeira posição com cinco pontos, seguido de Sebastião Domingos (cinco), Cristiano Aguiar (cinco), João Mário (cinco), Cambando José (4,5), Erikson Pascoal (quatro), Francisco Flora (quatro), Ernesto Antunes (3,5), Mário Neves (3,5), Cláudio Abílio (três), Napoleão Francisco (três), Wilson Tomás (três), José Abreu (2,5), Evaristo Cavovo (dois), Emildo da Silva (dois), Domingos Marcial zero) e Gerson Arão (zero).