Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Jogo continental anima Troféu Unitel

Silva Cacuti - 31 de Agosto, 2014

As militares estão no campeonato como detentoras do título nacional e hoje têm de suar para ultrapassar a formação Progresso do Sambizanga

Fotografia: Jornal dos Desportos

As equipas do 1º de Agosto e do Progresso do Sambizanga, segunda e terceira classificadas da última edição da Taça dos Clubes campeões, fazem hoje o prato quente da XXXV edição do campeonato nacional sénior feminino "Troféu Unitel", quando se defrontarem, às 13h30, no recinto do pavilhão multiusos de Luanda, para a segunda jornada do grupo B da fase preliminar da prova.

O jogo põe em causa a liderança do grupo e abre perspectivas para cada uma das equipas nos quartos-de-final. Ao 1º de Agosto, de Victor Chikoulaev, não lhe basta mostrar as credenciais de detentor do título para subjugar o Progresso do Sambizanga, bem comandado por Armando Gumbe. Tem que suar.

As cartas lançadas à mesa não permitem muita margem de favoritismo às campeãs nacionais que, sabe-se, não podem utilizar algumas das suas unidades que dão outra força à equipa, casos da cubana Ara e da congolesa Massessa.

Ainda assim, o 1º de Agosto tem trunfos como Liliana Venâncio e Albertina Cassoma que, colocadas no eixo defensivo, transformam-se numa parede difícil de transpor por qualquer equipa. As militares têm ainda em Juliana Machado um poço de confiança para as acções na zona de pontas. No jogo da primeira jornada, diante do ASA, a equipa mostrou-se algo presa em seus movimentos e só na segunda parte conseguiu desenvolver o seu jogo, acabando por vencer por largos 35-24.

A turma de Armando Gumbe vai explorar a juventude de atletas como Iovânia Quinzole e Maria Rufino que estiveram muito bem no primeiro jogo em que a equipa saiu vitoriosa diante do Kabuscorp do Palanca, 31-19, em que cada uma apontou cinco golos.

o Progresso vai socorrer-se ainda da experiência das congolesas Mpima Natacha (central) e Alfonsine Ngoulou (lateral esquerda). A equipa sambila tem por objectivo chegar ao pódio da competição e, diferentemente das militares, que entram pressionadas por serem campeãs, não têm nada a perder.  
Antes, às 11h00, as equipas do ASA e do Kabuscorp defrontam-se na abertura da jornada. Pode ser igualmente um jogo interessante já que pode ser marcado por algum equilíbrio.

EM MASCULINOS
Petro e 1º de Agosto podem ser rivais


A equipa sénior masculina de andebol do Petro de Luanda pode hoje constituir-se no mais novo rival para a similar do 1º de Agosto, que detém o título nacional. A equipa tricolor voltou à prova na edição do ano passado e foi animadora.

Este ano, José Pereira "Kidó" traz uma equipa reforçada e com novas ambições. O aviso foi dado ao Interclube, vice-campeão nacional, na primeira jornada. Os polícias foram obrigados a jogar até aos últimos 30 segundos de jogo para poderem assegurar a vitória pela vantagem mínima, 20-19.
Kidó tem ao seu serviço veteranos como André Cassapi, Francisco Marçal, Paulo Pereira, Fankoua William, Malfoy, que mesmo sem o fulgor de outros tempos, dão respostas satisfatórias às exigências de um jogo de alto nível.

Da parte militar, Filipe Cruz é dono do pódio e só o factor surpresa lhe pode roubar o favoritismo que tem. Certo é que tem de encarar o jogo com outra perspectiva.

Na abertura da ronda masculina o Interclube vai defrontar, com grande carga de favoritismo, o estreante Progresso de Saurimo. A expectativa em relação a este jogo está na resposta que a equipa de Saurimo vai dar, depois de ter sido copiosamente batida, 14-41, na primeira jornada, diante do 1º de Agosto.