Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

José Gonçalves revive golo marcado

13 de Agosto, 2017

Actualmente de férias em Esmoriz, José Gonçalves, atleta do FC Porto, fala de \"um momento marcante\" e \"ainda muito presente\", confessando que durante a final comentou com um colega que ambos iam ‘fabricar’ o golo da vitória.

O lance surgiu mais tarde, no prolongamento, disputado pela última vez no modelo ‘golo de ouro’, que garante a vitória à primeira equipa que marcar, já depois da grande penalidade falhada pela Espanha, no final do tempo regulamentar, e resultou efectivamente de uma assistência de João Pedro Pereira para José Gonçalves.

\"Estava mesmo convencido de que ia marcar e, no prolongamento, a cerca de minuto e meio do final da primeira parte do tempo extra, iniciámos um contra-ataque e o João colocou-me a bola para eu fazer o desvio final, na área, muito perto do guarda-redes\", recordou hoje José Gonçalves, de 16 anos, à agência Lusa.

Ao fim de uma semana de competição, entre 30 de Julho e 05 de Agosto, Portugal garantia o seu 14.º título continental no escalão, um ano depois de ter perdido a final para a Espanha, também com recurso ao golo de ouro, após 4-4 no tempo regulamentar, e a festa lusa em Fanano, Itália, teve até direito a uma invasão pacífica.

José Gonçalves tinha a mãe na bancada, assim que pôde ligou ao pai, José Nando, antigo futebolista e actual director desportivo do Penafiel, na altura na Madeira para a estreia da equipa na II Liga de futebol diante do Nacional, numa altura em que o telemóvel não parava de assinalar mensagens de felicitações, dos avós aos amigos, que seguiram a prova pela Internet, e também de responsáveis do FC Porto.