Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Juka enaltece Director da Saúde

GAUD?NCIO HAMELAY,NO LUBANGO - 09 de Julho, 2017

Todos os clubes realizam as sessões de treinamento no ginásio do Sporting Clube do Lubango.

Fotografia: Jornal dos Desportos! Edições Novembro

O presidente da Associação Provincial dos Desportos Individuais da Huíla, Juka Fernandes, enaltece o apoio do director local da Saúde na massificação desportiva. A pronta intervenção de Altino Matias com bolas, raquetes, camisolas e sapatilhas constitui um apoio valioso na promoção do ténis de mesa e de ténis.

É de louvar a iniciativa do Director provincial da Saúde nas duas modalidades, uma vez que há escassez de material desportivo na nossa circunscrição\", enalteceu. No lado contrário do elogio, Juka Fernandes critica a classe empresarial da Huíla por se recusar apoiar o desporto local.

\"Os empresários parecem cegos e mudos. Peço uma camisola e, se possível um lanche, mas o meu pedido resulta em nada. Escuso-me a voltar a pedir apoios à classe empresarial\", disse. A Associação dos Desportos Individuais na Huíla congrega o ténis de mesa, ginástica, esgrima, ciclismo e ténis. Todos os clubes realizam as sessões de treinamento no ginásio do Sporting Clube do Lubango.
GH | NO LUBANGO

OSVALDO DA GAMA
Fair Play é a base da vitória


O vice-campeão africano, Osvaldo da Gama, disse que em Alexandria os angolanos trabalharam como uma verdadeira equipa, onde o fair play foi o segredo do sucesso. \"Revalidámos os títulos, porque cumprimos as orientações do nosso treinador; trabalhámos unidos para atingir os objectivos traçados\", disse.

Questionado sobre o facto de perder o título africano para o seu colega de equipa, Osvaldo da Gama disse que \"não significa nada\".
\"Trabalhamos apenas para trazer o título em casa. No palco da competição, a responsabilidade de trazer o troféu individual era de todos. Estávamos capacitados para conquistar o troféu. A selecção foi constituída pelos melhores do raking nacional\", disse.

O novo campeão africano individual, Graciano Novaes, afirmou que a experiência aplicada na manobra da embarcação e domínio do vento foram as chaves que o conduziram para conquista do título na cidade de Alexandria. A variação do clima foi o principal obstáculo nas primeiras regatas, mas o domínio veio ao de cima e conseguiu  dominar as ondas com manipulação sob vento fraco. A estratégia permitiu-lhe manter-se na liderança da competição.

De 14 anos de idade, Graciano Novaes prometeu continuar a trabalhar para manter o ritmo desportivo. O aluno da 7ª classe explicou que os egípcios e argelinos pressionavam, até certo momento, para desarmar o primeiro lugar. O jogo de equipa implementado pelo grupo nas regatas dificultou a imposição dos adversários.                    
ROSA PANZO