Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Julgamento de Pistorius adiado para 7 de Abril

30 de Março, 2014

A audiência mais aguardada do julgamento de Oscar Pistorius pela morte da sua namorada

Fotografia: Reuters

"Um dos meus conselheiros não está bem. O caso fica adiado para 7 de Abril", declarou a juíza Thokozile Masipa

Os depoimentos das testemunhas de acusação terminaram na quarta-feira e agora a defesa tem a palavra. A lei sul-africana permite que nestes casos o réu seja o primeiro a falar.

Do ponto de vista legal, Pistorius não é obrigado a depor no tribunal. "Mas se não falar, o tribunal pode repreendê-lo por não ter comprovado a sua versão durante um interrogatório da promotoria", explicou à AFP o advogado William Booth, na cidade do Cabo.

Pistorius alega inocência na acusação de assassinato da namorada Reeva Steenkamp. Ele afirma que a matou por acreditar que atirava contra um ladrão escondido na casa de banho ao lado do seu quarto.

Com as próteses de fibra de carbono que lhe valeram o apelido de "Blade Runner", Pistorius, amputado das duas pernas abaixo dos joelhos quando tinha 11 meses, conquistou um grande prestígio ao tornar-se o primeiro atleta paralímpico a participar numa edição dos Jogos Olímpicos, em Londres 2012.