Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Juniores projectam campeonato africano

20 de Agosto, 2018

Pupilos de Filipe Cruz entram na terceira semana de trabalhos

Fotografia: Jos Cola | Edio Novembro

A Selecção Nacional júnior masculina de andebol trabalha no país, para alcançar níveis que lhe permitam manter ou melhorar o terceiro lugar da sua última participação em campeonatos africanos. A equipa está inscrita na 24ª edição, aprazada para 7 a 14 de Setembro próximo, em Marraquexe, Marrocos.
Angola regressa à prova africana, depois de ter falhado a edição de 2016, disputada em Bamako, Mali.
O seleccionador nacional, Filipe Cruz, entra hoje na terceira semana de trabalhos e mostrou-se apreensivo com os níveis da equipa, em função do que considera ser pouco tempo de trabalho, para atingir os padrões desejados.
“O tempo é muito curto. Trabalhámos há 15 dias e ainda temos muitas dificuldades relativas aos aspectos técnicos e tácticos. Neste espaço de tempo, é difícil incutir tudo na cabeça dos atletas. O campeonato avizinha-se e vamos ao palco da prova no espírito de sacrifício e aventura. Da nossa parte, tudo faremos, de modo a termos um conjunto competitivo, reflectido nas nossas ideias”, explicou Filipe Cruz.
O treinador, que falava ao Jornal de Angola, apontou dificuldades na uniformização  dos conceitos de jogo, e por isso tem aumentado a intensidade dos treinos e exigências aos atletas.
No africano de Marraquexe, Angola integra o Grupo A, ao lado da Tunísia (detentora do troféu),  Argélia (terceira classificada) e a estreante Zâmbia. No grupo B estão o vice-campeão,  Egipto, República do Congo, Guiné Equatorial, Serra Leoa e Marrocos.
Recordar que o terceiro lugar obtido no Quénia, em 2014, habilitou a selecção nacional a disputar o campeonato do mundo de juniores do Brasil em 2015, onde Angola quedou-se na 21ª posição.