Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Juvenis desfilam brilho em Malange

SILVA CACUTI - 20 de Janeiro, 2020

Dois anos depois da última realização, a cidade de Malange acolhe, a partir de hoje, o 40º Campeonato Nacional em juvenis masculino e feminino, que conta com mais de duas dezenas de equipas idas de Cabinda, Huambo, Lunda Sul, Luanda, Bengo, Bié, Cuanza Sul, Namibe e Benguela. As últimas caravanas chegaram à cidade no princípio da noite de ontem. Malange acolheu em 2017 a 38ª edição da prova.Ainda ontem à noite, as equipas técnicas e representantes dos clubes participaram da reunião técnica. Além da certificação das equipas presentes, a reunião estabeleceu os moldes de disputa e os grupos da prova.
A par do elemento competitividade, os campeonatos nacionais de cadetes podem constituir-se numa rampa de lançamento de novos talentos da modalidade e um teste às capacidades pedagógicas dos agentes envolvidos.
Técnicos, árbitros e todos os agentes da modalidade, são chamados a uma actuação pedagógica, sem descurar que há competição. O escalão de juvenis é propício para as situações de erros de substituição, inconformismos com resultados, insatisfação ou sensação de injustiça com a substituição, emoções descontroladas e tudo mais que pode embelezar o espectáculo, para quem for ao pavilhão Palanca Negra.
Os apreciadores do bom andebol em Malange vão vibrar com o melhor que o país tem no escalão, na medida em que, depois da disputa dos torneios regionais, aqueles atletas com boas performances, cujas equipas não se apuraram para os nacionais, foram convidados a reforçar outras equipas da mesma província ou região.
O 1º de Agosto é o detentor dos títulos nas duas classes.
No Namibe, de seis a 16 de do corrente, decorreram os campeonatos nacionais em juniores que culminaram com a consagração do 1º de Agosto, em feminino e do Interclube, na classe masculina.