Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Kerber e Serena estão confirmadas

30 de Março, 2017

Um dos convites já foi confirmado para a russa Maria Sharapova. Sharapova vai competir em Madrid, algumas semanas, depois do fim dos 15 meses de suspensão.

Fotografia: AFP

As principais tenistas do mundo, a começar pela alemã Angelique Kerber e a americana Serena Williams, estão confirmadas pela organização do Torneio de Madrid, nesta terça-feira, para a disputa do troféu entre os dias 5 e 14 de Maio.

\"A pouco mais de um mês do começo da 16ª edição do Mutua Madrid Open, a WTA informou a lista de jogadoras, com acesso directo ao quadro final do torneio, que tem presença garantida na Caixa Mágica\", informou a organização, em comunicado.

A representação espanhola está garantida, com a sexta melhor tenista do mundo, Garbiñe Muguruza. Volta ao torneio, a actual campeã, a romena Simona Halep, que venceu a final do ano passado, que impôs um 6-2 e 6-4 à eslovaca Dominika Cibulkova.

Além das 51 melhores tenistas do mundo, o quadro final do torneio vai estar completo com oito atletas, que vão disputar a fase preliminar e cinco \"wild cards\". Um dos convites já foi confirmado para a russa Maria Sharapova. Sharapova vai competir em Madrid, algumas semanas, depois do fim dos 15 meses de suspensão.

Livre/Lutas
Dívida de Jones 
chega ao fim


Impossibilitado de subir aos octógonos até Julho de 2017, devido à suspensão por ter sido apanhado em flagrante no exame antidoping, em Julho de 2016, Jon Jones deu um grande passo no regresso ao desporto.

Isso, porque a liberdade condicional, do ex-campeão meio-pesado (93 kg), que foi sentenciado a 18 meses, após envolver-se num acidente de carro, em 2015, chegou ao fim na terça-feira.

Uma notícia divulgada pelo site ‘TMZ’, a Procuradoria Geral do Condado de San Bernadillo, responsável pelo julgamento de ‘Bones’, oficializou que a sentença de 18 meses do americano chegou ao fim. Com isso, o lutador possui liberdade de ir e vir sem precisar de prestar satisfações à Justiça, para cada viagem.

Agora, resta ao atleta aguardar até o dia 6 de Julho, para voltar a vida activa, já que essa é a data que sua punição, por testar positivo, antes do UFC 200 chega ao fim. O atleta foi punido por um ano, pela USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos), em exame divulgado na véspera do combate com Daniel Cormier, actual campeão da  categoria.