Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Kikanga vai à Muxima encerrar a carreira

Silva Cacuti - 04 de Maio, 2014

Pugista angolano tenciona fechar a sua carreira desportiva com uma vitória

Fotografia: Kindala Manuel

Aos 40 anos o pugilista António Pedro Kikanga “Tony Kikanga”, vai encerrar a carreira desportiva no próximo dia 31 do corrente, numa gala a ser realizada no município da Quissama, de onde é originário.

 À margem da inauguração da galeria dos Desportos onde constam os cinturões referentes aos títulos mundiais que ostenta, Kikanga  que  está ainda ligado contratualmente ao Benfica de Lisboa, disse que está tudo a postos e que aguarda apenas a confirmação do adversário.

“A minha despedida vai ser na Quissama, na Muxima, no dia 31, diante de um adversário que pode ser o Adrian Serneaga ou o Stan Eugen, sei apenas que vai ser um dos que já defrontei. Nós temos contactos com o Governo Provincial de Luanda, com a administração da Quissama, tenho apoio directo do presidente da Endiama, da própria Quissama está tudo pronto”, disse.

Kikanga referiu-se a projectos por materializar, além da idade, 41 anos, como razões que fazem o momento ideal para abandonar os ringues.

Sobre a galeria disse estar orgulhoso por deixar a sua marca, mas principalmente por ser uma infra-estrutura que fazia falta ao país.

“Angola precisava de uma galeria como esta, nós não tínhamos nada disso, acaba por ser uma mais-valia, estou orgulhoso e agradecido por ter o meu nome gravado nesta galeria. Acho que nunca vai ser um espaço fechado, porque tudo relacionado com o desporto pode ser procurado aqui, os meus seguidores no boxe, por exemplo é aqui que devem pesquisar “, comentou.

A carreira de Tony Kikanga está vinculada a vários títulos mundiais da categoria de meio-pesado nas versões do Conselho Universal de Boxe (UBC) e da Transcontinental World Boxing Association (TWBA). O palmarés do pugilista tem o registo de 40 combates, dos quais 17 vitórias (11KO), 20 derrotas (13KO), dois empates e um nulo.

Na sua última defesa do título mundial Kikanda venceu em Maia, Portugal (Abril de 2013) o Romeno Rafael Chiruta que não teve condições de ir até ao final do combate por isso desistiu.