Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Kimi sacrifica prova para ajudar a Ferrari

13 de Maio, 2015

O finlandês Kimi Räikkönen disse, que sacrificou o seu ritmo de corrida

Fotografia: AFP

O finlandês Kimi Räikkönen disse, que sacrificou o seu ritmo de corrida, ao usar uma especificação mais antiga do carro no GP de Espanha, disputado domingo.

A equipa de Maranello levou à Barcelona um pacote actualizado para os seus pilotos, mas o campeão mundial de 2007, optou por não usar este equipamento. O finlandês usou a especificação utilizada em Sakhir, no Bahrein e com isso, terminou a prova em quinta posição. Sebastian Vettel – que usou o novo pacote, cortou a meta em terceiro.

“Acho que aprendemos muito, indo com dois carros diferentes para  sábado e domingo, então estou mais confiante de que podemos ver as coisas mais equilibradas”, disse.

“Num teste, é apenas um carro e quando você muda alguma coisa, não tem uma comparação directa. Então, a única maneira de fazer isso, e ver a diferença, é correr com dois carros ao mesmo tempo no circuito, com coisas diferentes. Eu estava preparado para assumir o risco e sacrificar o resultado um pouco, mas é assim que funciona. O resultado não foi bom, mas foi apenas uma corrida”, concluiu.

Entretanto, o brasileiro Felipe Massa avalia que ainda é cedo para a imprensa especular uma possível saída de Valtteri Bottas da Williams para a Ferrari, como já foi especulado por algumas publicações no continente europeu.

Os dois defendem a Williams desde a temporada passada e Valtteri tem se destacado com actuações consistentes e que mereceram do brasileiro muitos elogios em entrevista dada à emissora MTV3, da Finlândia.

“Acho que Valtteri é um talento fantástico, e ele tem uma oportunidade no futuro. Talvez na Williams, talvez em outra equipa”, disse o vice campeão mundial de 2008.

“No entanto, as pessoas começaram a falar cedo demais, com dois anos de antecedência. Você precisa de concentrar-se  neste ano e também no próximo. Mas está claro que ele é um talento real e tem um grande futuro na Fórmula 1”, encerrou.


Convicção
Massa acredita que podem superar a Ferrari


Felipe Massa entende que a Williams passou um recado para a Ferrari e a Red Bull, no último domingo (10) no GP de Espanha – em Barcelona. O brasileiro avaliou que o carro da Williams tem condições e ritmo para brigar com a Ferrari e manter “sob controlo” a equipa RBR.

“Foi uma boa corrida para a equipa, que marcou 20 pontos, não perdemos muito para a Ferrari e fomos melhor que a Red Bull. Isso é muito importante e positivo, dada a nossa posição do campeonato”, falou Massa em Montmelò.  “Quanto a mim, consegui ultrapassar carros na primeira volta e depois disso lutei duro com o Kimi (Räikkönen) por muito tempo, o que foi duro para os pneus. Depois, por causa da degradação destes, tivemos de fazer três paradas”, seguiu.

“Terminamos com um carro na frente de um Ferrari. Mostramos que podemos superá-los. Agora, podemos olhar para a corrida do Mónaco, que vai ser um teste diferente para nosso carro”, concluiu Felipe Massa.