Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lamar Odom continua internado

16 de Outubro, 2015

Lamar Odom foi bicampeão da Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA) pelos Los Angeles Lakers

Fotografia: AFP

A polícia do estado norte-americano do Nevada afirmou, esta quarta-feira, que os funcionários do bordel onde Lamar Odom foi encontrado inconsciente indicaram que a antiga estrela da NBA, que foi internado da urgência, tinha consumido cocaína.

Lamar Odom, bicampeão da Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA) pelos Los Angeles Lakers, em 2009 e 2010, de 35 anos, continua internado em Las Vegas, enquanto prossegue a investigação relativamente à suspeita de uso de drogas.

Sharon Wehrly, porta-voz da polícia, afirmou ter recebido uma chamada dos serviços de emergência (911, nos EUA) de dois funcionários que davam conta de que um homem havia sido encontrado inconsciente e que tinha consumido cocaína pelo menos no sábado anterior.

Os mesmos funcionários relataram ainda que também havia consumido substâncias para melhorar o desempenho sexual.

O basquetebolista, que depois de encontrado inconsciente, na terça-feira, na casa nocturna “Love Ranch”, em Crystal (Nevada), a 112 quilómetros de Las Vegas, foi transportado de ambulância para uma unidade hospitalar próxima em Pahrump, encontra-se actualmente no Sunrise Hospital e Medical Center, em Las Vegas.

As autoridades não têm facultado pormenores sobre o estado de saúde de Lamar Odom, mas diversos meios de comunicação social norte-americanos relataram que o basquetebolista estava em estado grave e até que “luta pela vida”.

Odom representou os Lakers entre 2004 e 2011, tendo deixado temporariamente a NBA em 2013, após uma época ao serviço dos Los Angeles Clippers.

Em Abril de 2014, chegou a assinar pelos New York Knicks para a recta final da temporada, mas acabou dispensado pela equipa três meses depois.

Para além dos dois títulos pelos Lakers, Odom conta também no currículo a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos Atenas 2004 e o título mundial em 2010, no campeonato disputado na Turquia.