Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Landa decepcionado por falhar Mundial

23 de Setembro, 2015

Landa esperava pelo menos poder fazer parte da pré-convocatória para o Mundial

Fotografia: AFP

O ciclista espanhol, Miki Landa, confessou numa entrevista ao jornal AS, que esperava pelo menos poder fazer parte da pré-convocatória para o Mundial de ciclismo deste ano, o que não chegou a acontecer.“Depois do que fiz este ano, creio que poderia ter entrado pelo menos na pré-selecção de 13 ciclistas. A mim, o seleccionador Javier Minguez disse-me, que pensando nos Jogos Olímpicos do Rio 2016, que a sua ideia era levar os ciclistas que estiveram na Volta a França. Nada mais”, afirmou Landa.

O basco de 25 anos, que foi terceiro no Giro e venceu uma etapa na Vuelta, assinou pela Sky para a próxima temporada, deixou a Astana alguns anos depois. O ciclista explica o motivo da decisão.“Gostaria de ter sido líder, não vou dizer o contrário. Agora, na Sky sei que vou correr algumas provas com os companheiros à minha disposição. É uma sensação que gostaria de experimentar”, atirou.

RÚSSIA 2018
Palestina oferece helicópteros
a Arábia Saudita


A Federação Palestina de Futebol, ofereceu segunda-feira helicópteros à delegação da Arábia Saudita, que se recusa a ter contacto com Israel, mas tem jogo marcado para o dia 13 de Outubro perto de Jerusalém, para as eliminatórias do Campeonato do Mundo de 2018.Inicialmente, a partida devia ter sido disputada em Junho, mas foi adiada porque os sauditas não aceitaram passar pelos postos de controle instalados pelas autoridades israelitas.

O primeiro jogo oficial da selecção palestina, nos territórios ocupados, acabou por acontecer no dia 8 de Setembro, contra os Emirados Árabes Unidos, na cidade de Al-Ram. O duelo terminou empatado sem golos, mas os adeptos comemoram como vitória, o facto de terem conseguido ver de perto os jogadores palestinos nas eliminatórias do Mundial.O presidente da Federação Palestina, Jibril Rajoub, reuniu-se segunda-feira com seu colega saudita Ahmed Eid, em Amã, na Jordânia,  deixou claro que "não pode ceder neste direito legítimo e histórico de jogar em casa, diante dos seus adeptos".