Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lauda apoia mudança nos carros

24 de Janeiro, 2015

As temperaturas em Espanha são baixas demais no mês de Fevereiro

Fotografia: AFP

O presidente não-executivo da Mercedes, Niki Lauda, equipa sediada em Brackley, começa o ano de 2015 mais nervoso do que no ano anterior, uma vez que a organização tem a obrigação de defender as conquistas já alcançadas.

De acordo com declarações dadas ao jornal austríaco Salzburger Nachrichten, as preocupações começam com o facto de a F1 não ir ao Bahrein testar antes do começo da temporada.

“Todos em Brackley estão nervosos. Há muitas preocupações. O facto de não haver teste no calor do Bahrein este ano, ao contrário do ano passado, incomoda. Em Espanha, as temperaturas são baixas demais em Fevereiro, e então vamos directo para o calor de Melbourne. Não compreendo este cronograma”, disse.

Lauda também opinou sobre o desejo de mudança por parte de Bernie Ecclestone, que pretende modificar carros e motores para o ano de 2017.

“No momento, os carros permitem que qualquer piloto da F3 ou GP2 seja rápido imediatamente, sem correr muitos riscos. Pode-se pilotar estes carros de Fórmula 1 quase como um carro de rua”, comentou.

“Para o futuro, quero um carro que tenha 1200 cv de potência e pneus largos. A Fórmula 1 tem de ser mais veloz e difícil, como era no passado”, encerrou.

FERNANDO ALONSO
ESTREIA NOVO CARRO


A McLaren anunciou que Fernando Alonso vai fazer a estreia oficial do MP4-30, carro que marca a volta da parceria da equipa britânica com a fabricante de motores Honda, nos primeiros testes de pré-temporada, que se realizam entre 1 e 4 de Fevereiro, em Jerez, Espanha.

O espanhol, que regressa este ano à equipa depois de oito temporadas, estará a bordo do carro nos dias 1 e 3, enquanto o seu companheiro, Jenson Button, vai pilotar nos dias 2 e 4. Button inicia sua sexta temporada pela equipa.

Com um carro híbrido, usando a base do modelo do ano passado, a McLaren fez dois testes com a Honda no final do ano passado. O primeiro, apenas para checar os sistemas, feito em Silverstone longe dos olhos do público, correu bem. O segundo, conduzido após o final da temporada, em Abu Dhabi, demonstrou que os japoneses teriam muito trabalho pela frente: problemas na unidade de potência e na sua interacção com o carro fizeram com que apenas 5 voltas fossem dadas em dois dias.

A apresentação oficial do novo carro da McLaren será na próxima quinta-feira e será transmitida em tempo real pela internet.