Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lauda exalta melhor começo

23 de Março, 2016

Na visão do dirigente triunfo do alemão é motivação extra contra Lewis

Fotografia: AFP

O presidente não -executivo da Mercedes destacou a performance de Nico Rosberg e a vitória no GP da Austrália, considerado pelo tricampeão o melhor início de temporada da F1 desde sempre. Na visão do dirigente, o triunfo do alemão vai servir-lhe para dar  motivação extra na luta contra Lewis Hamilton.

Começar a temporada no topo do pódio é sempre um grande incentivo e um impulso para um ano que promete ser exigente e longo. É assim que Niki Lauda, tricampeão mundial de F1 e presidente não -executivo da Mercedes olha o triunfo de Nico Rosberg no GP da Austrália, prova disputada no domingo em Melbourne.

Na visão do dirigente, a conquista do alemão é um benefício de motivação fundamental para  dar-lhe confiança na luta contra Lewis Hamilton, que terminou em segundo lugar da prova no circuito de Albert Park.

 Sempre muito crítico e sem papas na língua, Lauda avaliou o fim de semana de Rosberg na Austrália. “Ele teve um começo muito ruim nos treinos livres, tenho de dizer, porque Lewis estava a guiar novamente e como sempre. Mas na corrida, ele deu a volta por cima e isso foi muito bom para ele e especialmente para nós.”

 “Você precisa disso para ter um bom começo de temporada, porque isso  dá-lhe confiança”, declarou. Nico venceu sua quarta corrida consecutiva na F1, considerando aí os três últimos triunfos em 2015: México, Brasil e Abu Dhabi. Psicologicamente, a vitória de Rosberg foi muito importante do ponto de vista psicológico. “Se tivesse sido o contrário, se o Lewis tivesse vencido, ele teria sofrido porque ele sempre sofre quando Lewis está lá no topo.”

  “Então, para ele esta corrida foi importante para ele ficar mentalmente forte e para ter uma base boa para a próxima. É bom para ele e para nós, porque quanto mais eles lutam entre si, melhor é para mim”, comemorou Lauda, satisfeito por ter dois pilotos nos dois primeiros lugares do pódio em Albert Park.

 O tricampeão não escondeu o quanto ficou satisfeito com a dinâmica da corrida, que teve a Ferrari na frente no começo, graças à largada brilhante de Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen e em contrapartida, graças também à má performance de Rosberg e sobretudo Hamilton, que partiu mal e caiu de pole para sexto lugar na primeira volta da prova.

"Em primeiro lugar foi uma corrida emocionante, nunca vi nada parecido com isso nos últimos três anos. A corrida tinha sido decidida na partida porque as Ferrari fizeram uma largada incrível. Nós erramos e temos de descobrir o motivo. E, em seguida, a corrida teve seu rumo. Acho que foi o melhor começo de temporada da F1 desde sempre. Que corrida mostramos ao mundo”, vibrou.

Por fim, Lauda voltou a falar sobre a Ferrari e fez mais um alerta, até como forma de deixar claro que não há espaço para o comodismo dentro da Mercedes. “Temo que vamos ver mais deles, porque a Ferrari é rápida, não há dúvida sobre isso e vai ser emocionante. Por isso, estou ansioso para a próxima prova”, finalizou.