Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Leonel Pinto tem apoio de Cabo Verde

17 de Novembro, 2013

Presidente do Comité Paralímpico Africano concorre à vaga com cinco outros africanos

Fotografia: Jornal dos Desportos

O responsável cabo-verdiano referiu, que as realizações do dirigente paralímpico angolano em prol deste desporto no país, em África e no mundo “garante-lhe” um lugar no Comité Paralímpico Internacional (IPC), dos dois reservados ao continente.

Mascarenhas assegura, que Leonel Pinto elevou o desporto adaptado ao mais alto nível com conquistas de medalhas em campeonatos africanos, mundiais e Jogos Paralímpicos, trabalho que diz notar também deste responsável a nível do continente, nas vestes de presidente do Comité Paralímpico Africano.Orlando Mascarenhas justificou também a necessidade da eleição do candidato angolano, entre outras acções, por ser responsável pelo surgimento de mais comités paralímpicos nacionais no continente, e por maior intervenção no organismo internacional dos comités africanos que já existiam.

“Há uma voz quase que unânime entre alguns países, da necessidade do continente ter uma voz activa dentro do Comité Paralímpico Internacional”, frisou,e  acrescentou  que a recente disputa do Afrobasket’2013, em Luanda, cuja organização considerou  ímpar, vai ser fundamental no pleito que conta com cinco concorrentes.Trata-se dos presidentes dos comités paralímpicos do Togo, Abass Djobo, Monday Emoghvwe (Nigéria),Ali Harzallah (Tunísia) e Jairus Mogalo (Quénia). A eleição acontece na Assembleia-geral do IPC, de 20 a 24 deste mês, em Atenas (Grécia).

Vinte e sete candidatos de cinco continentes concorrem a dez  vagas, além dos africanos há membros da Europa, América, Ásia e Oceânia. São igualmente votados os novos presidente e vice-presidente do órgão.

O inglês Philip Craven, actual líder do IPC, e o seu compatriota Alan Dickson disputam a presidência, enquanto o presidente do Comité Paralímpico do Brasil, Andrew Parson, e o norte-americano Ann Cody concorrem para a vice-presidência.