Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lesão afasta Sharapova de Roma

18 de Maio, 2017

Russa desiste do torneio em Roma e falha o Grand Slam Roland Garros

Fotografia: AFP

Maria Sharapova abandonou na terça-feira o torneio de Roma, após a lesão na perna esquerda, numa altura em que vencia a croata Mirjana Lucic-Baroni, por 4-6, 6-3 e 2-1.

Face à desistência, a antiga número um mundial, de 30 anos, pode ter disputado o seu último torneio em terra batida da temporada, já que a tenista russa ficou a saber no mesmo dia que a organização do 'Grand Slam' francês de Roland Garros decidiu não lhe atribuir um 'wild card', para participar no torneio.

A russa triunfou na prova de terra batida em 2012 e 2014, está fora do 'top 200', pelo que nem vai à qualificação. Após o regresso de um castigo de 15 meses, devido a ´doping´, Sharapova disputou três torneios, todos graças ao convite.

O anúncio da recusa foi feito pelo presidente da federação francesa de ténis, Bernard Giudicelli, que revelou ter comunicado a decisão pessoalmente à atleta. "Pode haver convites para regressados de lesões, não pode haver a quem regressa de doping. Sinto muito pela Maria e pelos seus fãs.", justificou Bernard Giudicelli Ferrandini, responsável pela Federação Francesa de Ténis.

Roland Garros principia a 28 de Maio, também não conta com o suíço Roger Federer, que optou por preparar a época para relva e piso sintético, prescindir da única competição em terra batida que estava nos seus planos.

KVITOVA

Entretanto, para além de Roger Federer, a checa Petra Kvitova pode também ser outra das ausentes na prova, na classe feminina, depois da recusa da organização quanto à presença da russa Maria Sharapova.

Parada desde Dezembro, depois de ter ficado ferida durante um assalto à sua casa, Petra Kvitova inscreveu-se, à condição, no torneio de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada. Numa mensagem publicada em Abril na rede social, Kvitova foi  operada a 20 de Dezembro à mão esquerda, não tinha garantido em absoluto que ia disputar a 'prova rainha' da terra batida, mas inscreveu-se porque se sentia "cada vez melhor".

"Isto [a inscrição], infelizmente, não quer dizer que esteja em condições de jogar em Paris, mas estou a fazer tudo para ter essa opção", escreveu a bicampeã de Wimbledon, terceiro Grand Slam do ano. Contudo, até agora, ainda não há informação se a checa confirmou ou não a presença em França. Depois de ter sido atacada por um assaltante em sua casa, em Prostejov, a checa sofreu lesões nos cinco dedos e em dois nervos da mão esquerda, a que usa para segurar a raquete.

Na operação, posterior ao assalto, os médicos suturaram os tendões dos dedos que foram feridos, numa operação que durou três horas e 45 minutos.
Kvitova figurava na altura em 11.º lugar da hierarquia. A checa continua com o 'ranking' protegido, em virtude da ausência forçada, ocupa actualmente o 14.º posto. A próxima edição do torneio de Roland Garros está agenda entre 28 de Maio e 11 de Junho.