Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lewis Hamilton apoia Ross Brawn

03 de Março, 2017

Ao ser questionado sobre as ideias para tornar a F1 mais atraente, o inglês sugeriu uma medida curiosa: a realização de provas sem distribuição de pontos para avaliar as possíveis mudanças na maior das categorias.

Em declarações à imprensa também sobre os novos caminhos que a F1 deve tomar a partir deste ano, sob a direcção do Liberty Media, além da influência do novo regulamento técnico, Lewis Hamilton deu a entender que a ideia proposta pelo ex-director de Mercedes e da Ferrari não é tão absurda assim.

Para o tricampeão, uma alteração no formato dos fins de semana de F1 é necessária.

\"Não parece uma má ideia. Um novo formato é tudo o que a F1 precisa. A programação de quinta a domingo é a mesma dos últimos 11 anos, ao menos desde que estou aqui\", disse o piloto.

\"Com a forma como os carros estão agora, a continuar com esse design, as ultrapassagens vão ser mais difíceis e vamos ter algumas corridas diferentes. Talvez até cada corrida tenha um cenário totalmente diferente\", afirmou.

O britânico de 32 anos reiterou: \"Talvez em Mónaco, simplesmente, não poderemos ter o mesmo formato, porque ninguém vai conseguir ultrapassar; talvez precisem apimentar um pouco mais as coisas e fazer algo diferente\".

\"Talvez uma corrida mais rápida e curta?\", questionou

\"Não sei. Há muitas ideias, mas não vou compartilhá-las agora. Devemos fazer mais. É um grande desporto\", emendou. 

Hamilton também se mostrou satisfeito com a direcção que o Liberty Media pretende dar à F1. A gestora está a avançar no uso das redes sociais e a trabalhar para atrair jovens fãs.

\"Espero que com a ajuda de todos, possam tirar tudo o que for possível para atrair mais gente\", finalizou.