Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lewis Hamilton exalta comportamento de Nico Rosberg

25 de Novembro, 2014

Lewis Hamilton revelou que mantém orações e fé nos resultados positivos ao longo da época que culminou com a conquista do título

Fotografia: AFP

Lewis Hamilton e Nico Rosbreg travaram duras batalhas pelo título e mantiveram discussões ao longo de toda a época da Fórmula 1. Após conquistar o bicampeonato mundial em Abu Dhabi, o britânico exaltou o comportamento do companheiro alemão.

“Nico lutou muito ao longo de todo ano. Conhecemo-nos em 1997 e sempre pensamos que um dia estaríamos a competir juntos. Teve espírito desportivo ao felicitar-me na sala. Foi muito profissional e disse-me ‘você conduziu muito bem’. Digo-lhe o mesmo”, afirmou Hamilton, que venceu 11 das 19 corridas em 2014,
Nico Rosberg, que teve problemas na última prova, terminou na 14ª posição.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, elogiou a disputa entre os companheiros e previu uma batalha mais acirrada na próxima época.
“Provavelmente, Nico teve o companheiro de equipa mais forte que pode ter. Foi melhor nos treinos classificativos, que sempre foram o forte de Lewis. Esperamos que a batalha continue”, afirmou à rede britânica “BBC”.

Satisfeito com o sucesso de Hamilton, Toto Wolff, chefe da Mercedes, já pensa em ampliar o actual vínculo do piloto. “Gostaríamos de assinar com o Lewis por muito tempo. Quando acordar (amanhã), depois de uma longa noite, vamos falar do contrato”, afirmou.
O presidente da Mercedes, Dieter Zetsche, afirmou: “Perderíamos se déssemos ordem de equipa. Foi muito bom para o desporto, porquanto puderam lutar até o fim”.

SURPRESA
No final do Grande Prémio de Abu Dhabi, Lewis Hamilton, disse estar surpreendido com o título e revelou o segredo que tornaram possível o sucesso.
“Nunca imaginei isso.

Quando conheci o Ron aos dez anos, queria ser campeão do mundo, mas nada além disso”, disse Hamilton. O britânico iniciou a carreira ao lado de Ron Dennis na McLaren, com a qual conquistou o primeiro título na época 2008.

O agora piloto da Mercedes declarou que “muitas coisas poderiam afectar o resultado”. Para atingir a vitória, “simplesmente” manteve “a fé”. “Fiz as minhas orações todos os dias. Não sei como, mas em comparação a 2008, estava muito mais relaxado. Esperava que isso fosse algo positivo e assim foi”, disse. Na sua segunda época na equipa Mercedes, Lewis Hamilton garantiu o título com 384 pontos ganhos, 67 a mais que o alemão Nico Rosberg, o seu companheiro. O piloto da Inglaterra conseguiu sete poles e um total de 11 vitórias.

“Foi um ano inacreditável. É fenomenal estar aqui. Há muita energia na equipa. Não sabia que podia pilotar como hoje (último domingo).
Não sei o que vou fazer na próxima semana, mas espero ficar com a minha família”, disse Hamilton, surpreendido com a presença do pai e da namorada em Abu Dhabi.