Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lewis Hamilton pretende repetir feito em Barcelona

09 de Maio, 2015

Piloto alemão satisfeito com o desempenho quer conquistar prova na Europa

Fotografia: AFP

Vencedor de três das quatro etapas de Fórmula 1, já disputadas nesta temporada, Lewis Hamilton está mais do que satisfeito com o seu desempenho. Mais rápido na Austrália, na China e no Bahrein e vice na Malásia, o britânico lidera o Mundial de Pilotos com 93 pontos, 27 a mais que o companheiro de equipa Nico Rosberg, segundo colocado. O piloto celebrou especialmente a vitória no GP de Bahrein, disputado há três semanas, e garante que vai embalado para a etapa de Espanha.

“Bahrein foi uma corrida difícil, então conquistar a vitória foi uma sensação óptima. Tivemos um começo maravilhoso, este ano. Em seguida é Barcelona, que é um bom lugar para começar a fase europeia da temporada”, afirmou o piloto, que elogiou a cidade catalã. “O clima é sempre bom e o circuito é um teste real para todos os aspectos do carro, que é o motivo de irmos lá para os testes de pré-temporada. É uma óptima cidade, também”, acrescentou.

Além de ser um circuito que agrada à maioria dos pilotos, Barcelona tem um atractivo a mais para o piloto da Mercedes. Na campanha pelo título, na última temporada, Hamilton conquistou a vitória inédita na etapa espanhola e busca superar as dificuldades para repetir o feito amanhã.
“Correr lá é difícil, geralmente é quente, o circuito é incrivelmente físico. Mas o suporte que eu tenho em Espanha está a crescer a cada vez que nós lá vamos. Eu provei o sucesso lá, pela primeira vez, e quero fazer isso num estilo ainda melhor desta vez”, projectou.

Rosberg exalta
“ferramentas”

O alemão Nico Rosberg subiu ao pódio nas quatro corridas, que disputou esta temporada, resultados que renderam ao alemão a actual vice-liderança do Mundial de Pilotos, atrás apenas do companheiro da Mercedes, Lewis Hamilton. Apesar de ter ficado com o bronze no dia 19 de Abril, no GP de Bahrein, uma posição abaixo das etapas da Austrália e da China, o piloto acredita que teve a melhor exibição na temporada, em Sahkir e deu créditos à sua equipa pela conquista.

“A corrida, em Bahrein, foi definitivamente a mais agradável da temporada para mim até agora. Foi uma luta realmente boa e deu-me a possibilidade de mostrar o que eu sou capaz de fazer numa batalha apertada”, afirmou o alemão, que largou em terceiro e foi ultrapassado pelo finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari. 

“Embora tenhamos tido um problema no fim, o carro estava fantástico e eu pude pressionar para recuperar as posições”, acrescentou.
Feliz pelo seu desempenho na Ásia, Rosberg agora volta as atenções para o GP de Espanha no próximo fim de semana, corrida que abre a fase espanhola da Fórmula 1. “Estou a  sentir-me realmente ansioso para as próximas corridas, a saber que tenho todas as ferramentas disponíveis para um desempenho forte. Tivemos um longo intervalo entre as corridas e eu mal posso esperar para voltar a Barcelona. É a primeira corrida na Europa  numa pista, que todos os pilotos conhecem bem, o que deixa o fim de semana mais emocionante”, comentou.