Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Líderes agitam jornada

Álvaro Alexandre - 30 de Julho, 2015

As atenções do dia estão viradas para o tabuleiro número um que acolhe os principais candidatos à conquista do troféu

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Grande Mestre (GM) Vadim Malakhatko disputa hoje às 9h00, na sede da Federação Angolana de Xadrez, com  o GM Ahmed Adly a liderança do torneio internacional Taça Cuca 2015, em xadrez. O confronto reúne os dois “comandantes” no primeiro tabuleiro e conta para a sétima jornada da competição sob a égide da FAX.A duas vitórias do fim do certame, a perda de ponto é “assinatura” de fracasso. Vadim Malakhatko  e Ahmed Adly estão na condição de “sacrificar” a memória para atingir o título. Em caso de empate, a dupla de líderes vai contar com a aproximação da MI Borya Ider, caso vença o MF angolano Eduardo Pascoal.

Noutras partidas, o MI Rodwell Makoto defronta MI Daniel Jere, MI Erison Soares joga com Vanderson Dias, CM João Simões enfrenta CM Sérgio Miguel, MI Richmond Phiri  defronta MI David Silva, MF Cristiano Aguiar joga com Edivaldo Gama e CM Manuel Alberto enfrenta MF Aristóteles  Ramos.Ontem, para sexta jornada, o GM Alhmed Adly venceu MI Rodwell Makoto e o GM Vadim Malakhatko empatou com MI Borya Ider nas principais partidas. CM Sérgio Miguel perdeu por falta de comparência, o mesmo resultado atribuído ao CM Cambando José, a favor do Vanderson Dias; MI David Silva perdeu diante do MI Erikson Soares; MI Daniel Jere venceu CM Manuel Alberto, CM João Simões derrotou Edivaldo Gama e MI Richmond Phiri ganhou ao MF Aristóteles Ramos.

Na classificação geral, o GM egípcio Ahmed Adly lidera com cinco pontos, seguido do GM belga Vadim Malakhatko (5), MI francês Borya Ider (4,5), MF angolano Eduardo Pascoal (4), MI zimbabweano Rodwell Makoto (3,5), MI zambiano Daniel Jere (3,5), MI angolano Erikson Soares (3,5), CM angolano Sérgio Miguel (3), angolano Vanderson Dias (3), CM angolano João  Simões  (3), MI angolano David Silva (2,5), MI zambiano Richmond  Phiri (2,5), CM angolano Cambando José (2), angolano Edivaldo Gama (2), CM angolano Manuel Alberto (2), MF angolano Cristiano Aguiar (2) e MF angolano Aristóteles Ramos (1).

SÓNIA ROSALINA
DEFRONTA A LÍDER

A Mestre Fide (MF) Sónia Rosalina, quarta classificada, defronta hoje às 9h00, na FAX, a Mestre Internacional (MI) Alina L'ami, líder da competição feminina. A partida está marcada para o primeiro tabuleiro e é pontuável para a sétima jornada do torneio internacional Taça Cuca 2015. Noutras partidas, a MI Maria Domingos enfrenta MI Anna Zozulia, MF Lúzia Pires joga com MF Lorita Mwango, MI Boikhutso Mudongo defronta MI Tshepiso Lopang, Irineia Gabriel enfrenta Margarida Sussu e CM Fátima Reis joga com Valquíria Rocha.

Para a sexta jornada disputada ontem, a MI romena Alina L'ami ganhou fôlego no comando da prova com 5,5 pontos, ao vencer a angolana Irineia Gabriel. A MI belga Anna Zozulia derrotou CM angolana Fátima Reis; a MI angolana Esperança Caxita perdeu diante da MF angolana  Luzia Pires, angolana Margarida Sussu perdeu diante da MF angolana Sónia Rosalina, MF zambiana Lorita Mwango empatou com MI tswanesa Tshepiso Lopang e angolana Valquíria  Rocha empatou com a MI tswanesa Boikhutso Mudongo Boikhutso.Na classificação, a MI romena Alina L'ami lidera com 5,5 pontos, seguido da MI belga Anna  Zozulia (5), MF zambiana Lorita Mwango (4), MF angolana Sónia Rosalina (3,5), MF angolana Luzia Pires (3,5), MI tswanesa Tshepiso Lopang (3), angolana Irineia Gabriel (3), MI angolana Maria Domingos (3), CM angolana Fátima Reis (2,5) e MI angolana Esperança Caxita (2,5).

ARBITRAGEM
Abílio Ribeiro embarca para Maputo


O árbitro Fide Abílio Ribeiro, presidente da Associação Provincial de Xadrez do Cuanza Sul, embarca amanhã para Maputo, para integrar o colégio dos membros da arbitragem africana, nomeados pela Confederação continental, para ajuizarem as partidas do  Campeonato Africano Individual de Amador, a decorrer de 1 a 10 de Agosto, no Spiros Hotel, na região da Matola.

O presidente da Associação Provincial de Xadrez do Cuanza Sul vai ser o primeiro angolano a integrar no grupo de árbitros seleccionados para um campeonato africano. A Federação Angolana de Xadrez foi criada em 1997. Após 36 anos de existência, Abílio Ribeiro marca a estreia de Angola em Maputo, que se converte no local do baptismo. O angolano vai acumular normas para ascender a árbitro internacional.

A prova Amador vai contar com os juízes Abdel Fatiah Akkoir (árbitro internacional da Argélia), Kezzie Msukwa (árbitro Fide do Malawi) e António Malage (árbitro Fide de Moçambique).  No certame devem participar xadrezistas abaixo do “rating” 2000 da Federação Internacional da modalidade (FIDE), registados até 1 de Janeiro e abrange as zonas entre 4.1 e 4.4 da organização. Não podem igualmente participar atletas com títulos acima de candidatos a mestres -FIDE. O “Africano” de amador vai ser disputado no sistema suíço em nove jornadas. A organização estima uma participação de 300 xadrezistas e Angola tem confirmado os atletas João Amaral, do Núcleo da Vila Alice.
ÁLVARO ALEXANDRE