Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Liga Angolana nasce em 2020

22 de Dezembro, 2018

Lderes da FAF e da Liga Portuguesa de Futebol estabeleceram laos de cooperao

Fotografia: DOMINGOS CADENCIA | EDIES NOVEMBRO

O presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Artur Almeida, definiu para o ano de 2020 a disputa da Liga Angolana Profissional. A decisão foi anunciada no final da reunião mantida com o presidente da Liga Portuguesa, Pedro Proença, e os representantes dos clubes do Girabola Zap.
O dirigente federativo lembrou que a iniciativa faz parte do seu programa de mandato, prometido aquando da campanha eleitoral, pelo que, diz haver condições para tornar concretizado nos prazos definidos, sobretudo pelo facto de os clubes há estarem a ser prevenidos sobre o processo de transição do campeonato nacional para Liga Profissional. \"Os nossos clubes já vêm manifestando de um tempo a esta parte este interesse. faz parte de um programa de desenvolvimento do futebol. Achamos que estão constituídas as bases com a definição do órgão que vai trabalhar na constituição da Liga\", adiantou-se a afirmar Artur Almeida.
\"Existe um organismo que vai conduzir todo o processo. Alguns passos necessários já foram dados inicialmente e com certeza que iremos dar outros passos no sentido de concretizarmos o objectivo\", frisou o líder da FAF, durante a conferência de imprensa.
De acordo ainda com Artur Almeida, a federação sempre trabalhou para trazer a realidade do futebol português em Angola. A presença de Pedro Proença, segundo o presidente da FAF, vem traduzir a vontade da federação e dos clubes tornarem realidade o surgimento da liga. \"Os actuais sponsors da federação continuarão a favor da liga angolana profissional. Em 2019 100 milhões de kwanzas serão disponibilizados para dar início ao processo de constituição da Liga\", revelou o presidente da federação, assegurando que a ZAP pode ser a futura patrocinadora da Liga.
Pedro Proença garantiu haver total disponibilidade da Liga Portuguesa em ajudar na formação de quadros da estrutura de organização da Liga em Angola, mas sobretudo na conjugação de esforços.
O dirigente português explicou que, no âmbito deste protocolo, \"dois a quatro quadros da FAF cumprirão já a partir de Janeiro um período de estágio na Liga Portugal\" de modo a permitir uma troca de experiências e know-how sobre o funcionamento do organismo responsável pelas competições profissionais em Portugal.
\"Acho que é um dia histórico para o futebol de Angola. Vamos partilhar uma boa experiência, ajudar um país com talento imenso, vontade de colaborar e com a liga portuguesa para fazer esta transição e dizer que é uma visão de alguém. Angola precisa de uma liga profissional forte e queremos ajudar a fazer crescer o futebol angolano. Mostramos total disponibilidade.
A partir de Janeiro serão recebidos em Portugal quatro membros da comissão organizativa\", assegurou Pedro Proença.
\"A seguir, vamos preparar uma equipa de trabalho para apoiar directamente a criação de uma comissão de instalação da futura Liga Angola. Existe total disponibilidade para dar todo o apoio na definição de um modelo de gestão e financeiro sustentável\", disse.
Participaram do encontro com o presidente da Liga Portuguesa, além de Artur Almeida e Adão Costa, os representantes dos clubes 1º de Agosto, Kabuscorp do Palanca, Interclube e Progresso do Sambizanga.