Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lisicki vence em Hong Kong

15 de Setembro, 2014

A vitória acabou com as esperanças dos checos de conquistarem o terceiro título seguido.

Fotografia: AFP

 A alemã Sabine Lisicki venceu ontem o torneio de ténis de Hong Kong ao bater na final a checa Karoline Pliskova por 7-5 e 6-3 em 1h19 de partida. Desta forma, Lisicki ganhou o quarto título da carreira, após Charleston em 2009 e em Birmingham e Dallas em 2011. Sabine Lisicki, 31.ª do Ranking da WTA e a primeira favorita em Hong Kong, tinha vencido anteriormente Pliskova nas duas ocasiões em que se tinham enfrentado este ano.

FRANÇA NA FINAL
DA TAÇA DAVIS

Richard Gasquet e Jo-Wilfried Tsonga selaram no último sábado a presença da França na final da Taça Davis pela primeira vez desde 2010 ao garantirem uma vantagem de três sets sobre a República Checa, actual campeã. Após perder o primeiro set, a dupla francesa reagiu e derrotou Tomas Berdych e Radek Stepanek com parciais de 6-7(4), 6-4, 7-6(5) e 6-1. Agora, os franceses aguardam para saber se recebem a Suíça em casa ou viajam para enfrentar a Itália.

"Estamos muito orgulhosos e felizes. É óptimo vencer contra a República Checa", disse Gasquet. O capitão da equipa, Arnaud Clément, decidiu fazer uma modificação. Escolheu Tsonga e Gasquet como dupla, no lugar de Gael Monfils e Julien Benneteau. A decisão foi acertada.

Berdych, que parecia estar abaixo do seu desempenho normal na sexta-feira, não conseguiu melhorar no jogo de duplas e foi o ponto fraco dos checos. Gasquet, por outro lado, liderou a dupla francesa com elegância e foi uma das suas brilhantes devoluções de backhand no fundo da quadra que rendeu aos franceses uma quebra de saque no começo do primeiro set.

Mas o jogo de rede perfeito de Stepanek no sétimo game ajudou os checos a devolver a quebra e conseguiram vencer o set de abertura no tie-break.
Os franceses tiveram de salvar break points no segundo e quarto games do segundo set, mas precisaram de apenas uma oportunidade para quebrar o serviço adversário no quinto game com um backhand de Tsonga.

Pouco antes de um saque de Tsonga no segundo set, Stepanek deixou a quadra para receber atendimento médico, mas os franceses não ficaram abalaram e o número 12 do ranking mundial acertou um ace para fechar o último game.

Noutro momento de viragem na partida, a França abriu vantagem de 5-2 no terceiro set, mas o checos conseguiram recuperar para 5-4 apesar de Stepanek precisar de receber cuidados médicos no quadril. No entanto, os franceses venceram por tie-break por 7-5 e impuseram-se no último set. A vitória acabou com as esperanças dos checos de conquistarem o terceiro título seguido.