Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lvio Loi conquista primeira vitria

11 de Agosto, 2015

Lvio Loi acertou em cheio na estratgia

Fotografia: AFP

Lívio Loi acertou em cheio na estratégia,  após trocar para os pneus slicks ainda na grelha, abriu uma vantagem enorme para conduzir rumo à primeira vitória da carreira. John McPhee largou dos pits e ficou em segundo, com Philipp Oettl a completar o pódio nos Estados Unidos da América.

Preocupada com a actuação, Loi impôs um ritmo forte ao andar no meio de retardatários, mesmo quando a chuva voltou a cair. O desespero da equipa não afectou o piloto, que seguia na sua calma. A rodar em ritmo forte, ampliou mais e mais a sua vantagem, rumo ao primeiro pódio.

Ao fim das 23 voltas, Loi recebeu a bandeirada com 38s860 de vantagem sobre John McPhee e tornou-se no primeiro belga a vencer na Moto3. Assim como Lívio e Philipp Oettl também fez a estreia no pódio. Depois de um fim de semana marcado por uma sequência de quedas.

VALENTINO ROSSI
“Estou muito feliz”


Valentino Rossi fechou o final de semana de uma forma bastante positiva. Após largar apenas da oitava posição da grelha do circuito de Indianápoles, nos Estados Unidos da América, o italiano recebeu a bandeira quadricular do terceiro lugar.

Valentino Rossi reconheceu que a prova no circuito norte-americano foi difícil, mas disse estar satisfeito por manter a liderança no campeonato por nove pontos de diferença.

“Foi uma corrida muito complicada, muito difícil, mas estou muito feliz”, disse no final.
O veterano italiano ressaltou que “é muito bom” estar a nove pontos à frente do colega de equipa, Jorge Lorenzo, que estava mais veloz durante os treinos livres e a sessão qualificativa para a grelha.

“O início da corrida foi difícil do fundo, mas fui rápido o suficiente para chegar na quarta posição”, comentou.
Sobre a luta com Dani Pedrosa, da Honda, Jorge Lorenzo exaltou o bom ritmo do adversário e encerrou a celebrar o resultado com a equipa: “ultrapassar Dani Pedrosa foi muito complicado”.

MOTO2
Piloto Álex Rins
estreia no pódio


A chuva deu a “cara” em Indianápolis e baralhou tudo na corrida da Moto2. Aos 19 anos, Álex Rins garantiu a primeira vitória na categoria, numa prova bastante agitada. Na segunda posição apareceu Johann Zarco, actual líder da época, que garantiu o nono pódio consecutivo. A completar o top-3 vem o ítalo -brasileiro Franco Morbidelli, que também obteve o primeiro pódio.

Após chegar na liderança da prova, Dominique Aegerter errou na final e terminou a corrida na quarta posição. Em quinto veio Tito Rabat. Tom Luthi cruzou a linha de chegada na sexta posição, com Axel Pons em sétimo. O oitavo posto ficou com Xavier Siméon, com Takaaki Nakagami em nono. Álex Márquez completa a lista dos dez primeiros.

Com o resultado, Zarco chegou aos 199 pontos e agora tem 71 de vantagem sobre Álex Rins, que assumiu o segundo lugar. Rabat vem em terceiro, com Luthi e Lowes fecha o top cinco
.
HISTÓRIA DA CORRIDA

O clima em Indianápolis começou não muito animador. Com o sol escondido entre as nuvens, não demorou muito para que a chuva chegasse ao circuito americano, ainda no início da tarde. Para a corrida deste final de semana, a Dunlop, única fornecedora de pneus da categoria, seleccionou os compostos dianteiros médios 2 e duro 123, e os traseiros duro 3 e duro 4.

Apesar da prova ter sido declarada em pista molhada, todos os pilotos largaram de slicks. Pela segunda vez, na época, Álex Rins largou na posição de honra da grelha. Tito Rabat começou a prova na segunda posição e Mika Kallio na terceira.

Após as luzes se apagarem, Álexis Rins foi superado por Hafizh Syahrin e Julián Simon. Não demorou muito tempo para Sam Lowes também superar o pole -position.

Mika Kallio teve pouco desempenho na largada e caiu para 13ª posição e Tito Rabat, para 10º lugar.
Após duas voltas, o top-5 era formada por Sam Lowes, Dominique Aegerter, Syahrin, Johann Zarco e Simón. Lowes cometeu erro na recta oposta e abandonou a prova.