Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lorenzo deseja vencer com Ducati

03 de Janeiro, 2017

Jorge Lorenzo sonha reescrever a história dos campeões da MotoGP com a Ducati

Fotografia: AFP

Finalmente, Jorge Lorenzo pode falar como piloto da Ducati. Assim que o ano novo chegou, o espanhol já postou nas redes sociais a marca da equipa italiana, e concentra-se para o novo desafio da carreira.

No ano passado, o tricampeão decidiu deixar a Yamaha, a equipa com qual estreou-se na MotoGP em 2008, para defender as cores de Borgo Panigale. E, o objectivo é dar à equipa um título que não vem desde 2007, quando Casey Stoner foi coroado com a motor vermelha.

Lorenzo afirmou que a sua meta é vencer por uma segunda fábrica ,e que nenhum factor externo teve influência na opção de deixar a casa de Iwata. "Quero fazer história com a Ducati", disse o piloto de 29 anos. 

"Vai ser um desafio apaixonante, porque a Ducati é uma equipa tradicional, mas só venceu um título na MotoGP. Depois da Yamaha, quero ganhar também com outra moto. Este é o meu grande objectivo para 2017", completou. "Quero continuar a vencer. A verdade é que quando se vence muitas vezes é difícil manter a motivação, mas vejo -me como um incansável deste ponto de vista", acrescentou o espanhol.

Sobre a escolha pela Ducati, Lorenzo disse: "No meu caso, a vontade de ganhar com uma moto como a Ducati é que levou-me a tomar a decisão". "A Yamaha ofereceu tanto a mim, quanto a Valentino Rossi, a possibilidade de renovar o contrato ao mesmo tempo. A diferença é que Valentino aceitou sem hesitar, enquanto tive muitas dúvidas e também tinha outras opções, mais ofertas.

No fim, decidi aceitar a proposta de outra equipa. Por isso, a minha decisão não teve nada a ver com a renovação de Rossi ou outros factores externos", encerrou.