Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lorenzo falha GP dos EUA

15 de Julho, 2013

Jorge Lorenzo, da Yamaha, anunciou através do Twitter

Fotografia: AFP

O espanhol Jorge Lorenzo, da Yamaha, anunciou através do Twitter neste sábado que não disputa o GP dos Estados Unidos da MotoGP, no circuito de Laguna Seca, para se recuperar de lesão na clavícula esquerda.“Para aqueles que me perguntam se vou a Laguna Seca, eu digo que prefiro não correr mais riscos. Vou me recuperar bem e voltar a Indianápolis”, escreveu o piloto.O vice-líder do Mundial sofreu uma queda sexta-feira nos treinos livres para o GP da Alemanha, em Sachsenring. No fim de Junho, Lorenzo colocou uma placa de titânio no ombro, devido a uma queda no GP da Holanda, em Assen.

Ontem o espanhol foi novamente operado, em Barcelona, para corrigir um novo deslocamento. O seu retorno no GP de Indianápolis acontece no dia 18 de Agosto, data da prova.Lorenzo é o segundo classificado do Campeonato do Mundo de MotoGP, atrás do seu compatriota Dani Pedrosa (Honda), que sábado também caiu e sofreu um traumatismo crânioencefálico.O líder do Mundial foi transportado de helicóptero para o hospital e falhou ontem a prova no circuito de Sachsenring.

Márquez triunfa
no GP da Alemanha


O piloto espanhol Marc Márquez (Repsol Honda RC 213 V) conseguiu ontem, no Grande Prémio da Alemanha, a sua segunda vitória na temporada 2013 do Mundial de MotoGP e de ca,inho assumiu a liderança da classificação geral, com apenas dois pontos de vantagem sobre o seu compatriota e companheiro de equipa, Dani Pedrosa, que sofreu um forte acidente nos treinos de sábado e não correu.A vitória de Marc Márquez aconteceu num circuito no qual tem um retrospecto excepcional, já que nos últimos três anos já tinha subido ao lugar mais alto do pódio em Sachsenring: ganhou em 2010 nas 125cc, e em 2011 e 2012 repetiu o feito na Moto2.

A corrida de ontem teve relevantes ausências. O actual campeão do mundo, Jorge Lorenzo (Yamaha YZR M 1), caiu no segundo treino livre, na sexta-feira, e a placa de titânio que tinha na clavícula vergou, o que o obrigou a regressar a Espanha, desta vez para não voltar a curto prazo, como no GP da Holanda, e sim para repousar após uma nova cirurgia até ao GP de Indianápolis, em Agosto.No sábado, no terceiro treino livre, Dani Pedrosa sofreu uma forte queda que gerou um traumatismo crânio-encefálico. Tentou, até ao último momento, participar na corrida para defender a liderança do Mundial, mas devido a enjoos e a uma baixa de tensão, não conseguiu.

Os dois espanhóis não foram as únicas baixas, já que o italiano Andrea Iannone (Ducati Desmosedici) sofreu uma luxação no ombro, que o obrigou a ficar de fora.Como nos velhos tempos da Honda, o multi-campeão Valentino Rossi (Yamaha YZR M 1) saltou do terceiro lugar para a ponta na largada, seguido pelo alemão Stefan Bradl (Honda RC 213 V), que contava com o apoio da torcida local.