Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lorenzo venceu no Qatar

09 de Abril, 2013

Jorge Lorenzo é o campeão em título da categoria e começou bem a defesa do título mundial

Fotografia: AFP

O piloto espanhol Jorge Lorenzo, campeão em título, dominou domingo a corrida de MotoGP do Grande Prémio do Qatar, primeira prova do Mundial de motociclismo, que teve três vencedores de Espanha e um “show” de Valentino Rossi.

De regresso à Yamaha, depois de uma passagem falhada pela Ducati, Rossi quase ficou pelo caminho no início da corrida, mas recuperou até à segunda posição, ficando à frente de outros dois espanhóis, o estreante Marc Marquez e Dani Pedrosa.

Marc Marquez, vencedor do Mundial de Moto2 em 2012, conseguiu levar a sua Honda ao pódio, ganhando a batalha com o seu companheiro de equipa Dani Pedrosa, vice-campeão de MotoGP.

Se Jorge Lorenzo venceu à vontade na classe rainha, o seu compatriota Pol Espargaro (Pons Kalex) teve bem mais dificuldades para se impor na corrida de Moto2, batendo por menos de um segundo (0,844) o britânico Scott Redding (Kalex).

Na corrida de Moto3, os quatro primeiros foram espanhóis, com Luis Salom (KTM) a impor-se a Maverick Viñales (KTM) e Alex Rins (KTM), que também acabaram no pódio.Com o triunfo nas três categorias, a Espanha somou o 17.º “hat-trick” no mundial de motociclismo de velocidade, uma década depois do primeiro, em França (2003), com Sete Gibernau (MotoGP), Toni Elias (250cc) e Dani Pedrosa (125cc). A próxima prova do Mundial, o Grande Prémio das Américas, está marcada para 21 de Abril, perto de Austin, no Texas (Estados Unidos).

Motociclismo
Tempestade cancela etapa do Abu Dhabi


A 1ª etapa do Abu Dhabi Desert Challenge em motos, prova de abertura do Campeonato do Mundo de todo-o-terreno prevista para domingo, foi cancelada devido a uma forte tempestade de areia.

Houve ainda uma tentativa de iniciar o dia numa zona de reabastecimento, mas a falta de visibilidade não o permitiu. “A organização tentou tudo, mas a visibilidade era reduzida”, confirmou Paulo Gonçalves, piloto português da Husqvarna, que foi 6º classificado no prólogo da véspera.

Hélder Rodrigues, o segundo mais rápido no prólogo, também comentou este contratempo. “É sempre de lamentar quando se anula uma etapa, que, por ser a primeira, cria ainda maior tensão. Mas compreendo perfeitamente a decisão da organização, na medida em que não se deve facilitar no que respeita a questões de segurança”, salientou o piloto da Honda.