Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Luanda pode acolher "Nacional"

Simão Kibondo - 17 de Abril, 2016

A desobediência da data tem sido o principal motivo da não homologação da prova por parte dos organismos internacionais

Fotografia: Rogério Tuti

O campeonato nacional de ciclismo de Estrada Unificado de Angola (CNCEU2016) já tem o seu cronograma de acções. Em princípio deve ser disputado no quadro da data indicada pelo órgão reitor da modalidade, a União Internacional Ciclista (UCI), que recomenda a realização destas provas na 26ª sexta semana de cada ano que este ano coincide com a semana de 30 de Junho a 03 de Julho. Luanda poderá acolher a prova se nenhuma província manifestar o desejo de albergar a competição.

A organização, segundo conseguimos apurar, deverá eleger o local da prova entre as segundas quinzenas de Maio e Junho, altura em devem terminar os campeonatos provinciais entre as provinciais candidatas ou eleitas, nomeadamente, Uíge, Cuanza Sul e Cuanza Norte.

A prática demonstrou que quando nenhuma das províncias aceita o “caderno de encargos”, o Campeonato Nacional de Ciclismo de Estrada é sempre disputado em Luanda, província sede da Federação Angola de Ciclismo, o que em termos de objectivo não satisfaz o órgão reitor da modalidade (FACI) que quer levar a competição entre os melhores ciclistas, um pouco por todo o país, para estimular a massificação.

Este ano, além da circular já posta a circular, exigindo como obrigatoriedade a disputa dos campeonatos provinciais ao longo do mês de Maio, a prova maior do calendário nacional, que salvo orientação contrária continuará a ser disputada no modelo unificado-, isto é todas as categorias e escalões etários disputam as provas em simultâneo consoante as respectivas especialidades-, tem igualmente o seu cronograma (calendário) disponível.

A desobediência da data recomendada pela UCI para a disputa dos Campeonatos Nacionais de Ciclismo, a nível mundial, tem sido o principal motivo da não homologação da prova por parte dos organismos internacionais reitores da modalidade a nível mundial e continental (CAC- Confederação Africana de Ciclismo), dai a necessidade da Federação Angolana de Ciclismo (FACI) querer ajustar de uma vez por todas o seu calendário de competições com o contexto internacional. 

CRONOGRAMA
DO EVENTO


O cronograma do evento, em local ainda a indicar, aguardando confirmação da província eleita para albergar o CNCEU2016, reserva a chegada das caravanas no local a 29 de Junho, dia em que será realizada igualmente a apresentação do Campeonato em conferência de imprensa e a reunião técnica das provas.

A competição inicia no dia seguinte (30.06) com as disputas dos Contra relógios individuais (C.R.I), que determinarão os primeiros campeões nacional de velocidade de todas as categorias.

Os contra relógios por-equipas (C.R.E) arrancam no dia 01.07, para determinar a campeã por equipas, uma vez que deve apenas existir uma prova do género que envolverão os integrantes da equipas dos escalões Unificados juniores, sub-23 e Elites ou seniores.

Os Campeões das provas em linha ( de maior quilometragem, acima dos 150 km) serão encontrados ao longo da manhã sabatina de 02 de Julho, deixando o Domingo(03.07) para a disputa do “circuito -fechado, a habitual prova “extra -competição” do desfile dos Campeões e outros participantes.


BIC Basket
Alves enaltece
coesão da equipa


O técnico do Recreativo do Libolo, Norberto Alves, mostrou-se satisfeito com a vitória diante do 1º de Agosto, por 105-103, em jogo da quinta e última jornada do grupo A do Campeonato Nacional de Basquetebol sénior Masculino, tendo destacado igualmente a coesão da equipa.

Falando à imprensa, no Pavilhão Vitorino Cunha, o treinador deu a conhecer que o Libolo fez uma excelente leitura da partida, embora tenha cometido alguns erros nos aspectos defensivos.

Realçou ter havido a entrega dos seus atletas, sobretudo no terceiro e ultimo período, momento em que o adversário mostrou-se inconformado com a desvantagem.

Na sua visão, foram os justos vencedores, não obstante o rival forçar prolongamento, após empate 92-92.

Com esta vitória, a equipa do Cuanza Sul soma 10 pontos, tal como o 1º de Agosto.

CASAS JUSTIFICA NOVO DESAIRE

O técnico do 1º de Agosto, Ricard Casas, declarou na sexta-feira que a falta de eficácia nos momentos cruciais ditou a derrota diante do Recreativo do Libolo, 103-105, no jogo referente a quinta e última jornada do grupo A do Campeonato Nacional Sénior Masculino.  Falando à imprensa no final do encontro realizado no Pavilhão Vitorino Cunha, o técnico disse que, apesar de ter perdido o duelo, a equipa fez um bom trabalho.

Inovação
NBA libera patrocínio
nas camisas das equipas


A NBA aprovou na sexta-feira a exibição de patrocinadores nas camisas das equipas a partir da temporada 2017/2018. A medida será válida inicialmente por três anos e faz parte de um programa piloto elaborado pela liga.

A marca da patrocinadora precisará ser localizada na parte superior esquerda da camisa e não poderá ultrapassar as seguintes dimensões: 6,35cm de altura x 6,35cm de largura.

No Jogo das Estrelas desta temporada, a NBA havia permitido pela primeira vez a aparição de patrocinadores nos uniformes. A KIA, fabricante de automóveis, exibiu a sua logomarca nas camisas das equipas do Leste e do Oeste.

Segundo a direcção da NBA, cada um das 30 franquias será responsável por firmar seus próprios acordos de patrocínio.

"Os patrocínios nas camisas permitem um engajamento ainda mais profundo da franquias com os seus parceiros. Isso permitirá que o jogo cresça ainda mais. Sempre estamos pensando em maneiras de inovar na NBA para que ela siga competitiva no mercado global. Estamos empolgados para ver os resultados deste teste de três anos que faremos", afirmou o presidente da liga, Adam Silver.

De acordo com a NBA, o logo dos patrocinadores não aparecerão nas camisas colocadas à venda no site da NBA, mas as franquias terão a opção de vender uniformes com patrocínio em suas lojas oficiais.