Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Luanda Sport Center atinge São Silvestre

Silva Cacuti - 11 de Abril, 2013

Habitantes de Luanda estão interessados em mudar a cultura da prática de exercícios físicos

Fotografia: Jornal dos Desportos

Os habitantes de Luanda estão cada vez mais interessados em mudar os hábitos de vida e cresce a cultura da prática de exercícios físicos, em particular da corrida, em busca do bem-estar físico e mental. Esta é a conclusão a que chegou Nelaine Santos, responsável da Luanda Sport Center, que reagia ao facto de mil corredores se terem inscrito para a II edição da corrida que aquela instituição realiza a 14 do corrente.

O processo de inscrições fechou ontem com mil nomes, incluindo atletas federados e paralímpicos, tal como eram as previsões da organização.

“O número diz-nos que as pessoas estão a acreditar no evento, na nossa organização, mas revela também uma mudança de hábitos: estão a interessar-se mais por bons hábitos e cresce a noção de que a corrida é um dos exercícios mais recomendados para o bem-estar físico e mental”, disse.

Nelaine Santos assegurou que a grande presença de pessoas no certame aumenta a responsabilidade da organização, que trabalha para que nada falte e que tudo esteja a preceito no dia da corrida.

Sem contar com a participação de atletas estrangeiros que vêm a propósito, como ocorre na São Silvestre, em cerca de 40 dias, a Corrida Luanda Sport Center logrou 1000 inscritos e está a 200 atletas da última edição da São Silvestre, sendo, por isso, a segunda maior corrida em termos de participação.

Nelaine Santos acredita que a adesão de corredores se deve à credibilidade da sua instituição e a mudança de hábitos.

“Temos prémios aliciantes, mas, em cada classe, acredito que uma dezena vai correr pelos prémios, os demais são movidos a participar por outros factores”, justificou.

A II edição da Luanda Sport Center tem previstos prémios de 100 mil kwanzas, um computador portátil, 12 meses de ginásio na LSC, medalha e troféu para o primeiro classificado na classe de federados. Essa classe vai oferecer prémios até ao sexto classificado.

Para a categoria de populares, o primeiro classificado leva 50 mil kwanzas, um computador, beneficia de 12 meses de ginásio, medalha e troféu. Na categoria de populares são premiados os três primeiros classificados, tal como na classe paralímpica.

Além do sorteio de uma viatura de marca Citröen, a organização da II edição da Corrida Luanda Sport Center garante aos participantes pequeno-almoço, constituído por uma sanduíche e sumo, uma gentileza das Organizações Vanan. No acto de inscrição, os participantes receberam um cartão SIM da Movicel.

A responsável disse que, junto à partida, vai ser montada uma lanchonete móvel, pelo Emporium Bistro que vai servir, a pronto pagamento, as pessoas que se deslocarem para assistir ao tiro de largada. SILVA CACUTI




Bi-campeão do Mundo
compete no GP do Pará


O francês Ladji Doucoure, medalha de ouro nos 110 metros barreiras e na estafeta 4x100 metros do “mundial” de Helsínquia de 2005, é uma das atracções confirmadas da primeira etapa da Brazilian Athletics Tour 2013, também conhecido por GP Brasil do Pará, que tem lugar no dia 12 de Maio, no Estádio Mangueirão. Ladji Doucoure representou a França nas últimas três edições dos Jogos Olímpicos, sendo oitavo em Atenas, quarto em Pequim e ficou de fora da final em Londres.

Além disso, é uma dos 12 atletas que completou os 110 metros barreiras em menos de 13 segundos na história da prova. A sua melhor marca é de 12,97 segundos, conquistados na cidade de Angers, no seu país, em Julho de 2007.