Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lubango acolhe hoje Taa de Angola

Rosa Napoleo - 29 de Novembro, 2014

Lubango acolhe hoje Taa de Angola

Fotografia: Jos Soares

Atletas provenientes das províncias de Luanda, Huambo, Benguela, Cabinda, Benguela, Bié, Cunene e Namibe encontram-se desde ontem no local da prova. Um total de 82 participantes lutam pelas medalhas.

A ginástica artística coloca os atletas a prova nos cavalos, arcos, exercícios nas paralelas, traves-olímpicas, salto de mesa e os exercícios de solo. No tumbling, os atletas exercitam com trampolins e saltos acrobáticos no solo. A ginástica rítmica disputa nas classes individual (aparelhos de massa, fita, arco e bola). Na categoria de conjuntos, os atletas competem em dois esquemas coreográficos: o de três bolas e duas fitas e o de dez pares de massas manejados por cinco atletas da classe feminina.

O director técnico da Federação Angolana de Ginástica, Agostinho Sungo, garantiu a criação das condições técnicas e administrativas. Os palcos e os aparelhos estão montados no pavilhão e as delegações estão bem alojadas.

“Felizmente, recebemos muito apoio do governo provincial da Huíla que disponibilizou o pavilhão, alojamentos para as caravanas e a transporte interna das equipas para e do palco da prova”, disse.

Os três vencedores de cada categoria são premiados com medalhas: ouro, prata e bronze. A classe sénior recebe taças.


MISSÃO
Petro de Luanda
defende o título


A equipa do Petro de Luanda, detentora da Taça de Angola, defende hoje o título na cidade de Lubango, depois de longos meses de preparação. A garantia é do treinador principal, Semba Miguel.

“Estamos em condições de dignificar o nosso clube, principalmente as ginastas da rítmica que garantam a revalidação do título”, disse.

A equipa de Benguela é a principal candidata ao título, segundo Semba Miguel. O treinador tricolor sustentou que a agremiação das acácias rubras venceu a maior parte das provas da presente época.

“Vamos encontrar dificuldades, reconhecemos as potencialidades de outras equipas, principalmente, o Misto de Benguela”, disse.  
 ROSA NAPOLEÃO