Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lucas di Grassi conquista título mundial

01 de Agosto, 2017

O Brasil voltou a ser o dono da Fórmula E, no último domingo.

Fotografia: AFP

O Brasil voltou a ser o dono da Fórmula E, no último domingo. Lucas di Grassi conseguiu a sétima posição na última prova da época, em Montreal, resultado suficiente para dar o título ao piloto paulista. Jean-Éric Vergne foi o vencedor da prova no Canadá, com Felix Rosenqvist em segundo, e Jose Maria Lopez completou o pódio.

Sebastien Buemi, que largou em 13º, teve problemas no início e foi as boxes. Terminou a corrida em 11º lugar.

Nelsinho Piquet, o primeiro campeão da F-E, teve outro dia difícil e finalizou em 16º lugar. Com os resultados, di Grassi  terminou com 181 pontos, Buemi com 157 e Rosenqvist foi o terceiro no campeonato, com 127.

 CORRIDA
A largada da segunda prova de Montreal teve confusão logo na primeira curva, e di Grassi perdeu duas posições logo no início, mas sem se envolver em confusão. Ao mesmo tempo, Buemi ganhou três posições e teve uma parte da asa traseira pendurada. Com isso, foi obrigado a entrar nas boxes, após receber a bandeira preta com círculo laranja, comprometeu a sua corrida completamente.

Os três primeiros, após as cinco primeiras voltas, eram Rosenqvist, Vergne e Bird. Piquet era 11º. Di Grassi, Abt e Buemi foram os contemplados pelo FanBoost, que foi anunciado na nona volta. Rosenqvist e Vergne lutaram pela liderança nas voltas seguintes ,antes da troca de carros, mas o sueco segurou a pressão.

Na 18ª volta, os pilotos começaram a fazer troca de carros. Após o ciclo, Rosenqvist permanecia na liderança, seguido de Vergne e Bird. Di Grassi voltou à nona posição e quase colidiu com Nelsinho Piquet.

Na 29ª volta, a corrida ganhou novo líder. Vergne manobrou sobre Rosenqvist, enquanto di Grassi chegou à sexta posição. Enquanto isso, Buemi era o 14º. Loic Duval, bateu na penúltima volta, após toque de Frijns, mas somente com a presença da bandeira amarela local.

No final, Lucas di Grassi cedeu a sexta posição para Abt, e tornou-se no novo campeão da Fórmula E, com o sétimo posto. Jean-Éric Vergne levou a vitória, com Félix Rosenqvist em segundo e \"Pechito\" Lopes em terceiro.