Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lus S Silva eleva expectativa

22 de Agosto, 2014

S Silva chega ao circuito de Spa Francorchamps motivado para dar alegrias equipa

Fotografia: Nuno Flash

Depois de ter passado férias em Angola, Luís Sá Silva sente-se revigorado e galvanizado pelo incentivo que teve por parte das autoridades e público em geral, pelo que promete dar o melhor de si na segunda fase da competição,  para dignificar cada vez mais o país que o viu nascer.

“Depois da pausa de verão que passei em Angola, chego a Spa- Francorchamps com  muita vontade de obter mais um resultado positivo. Fui muito competitivo nesta pista durante a minha passagem em 2013, apesar de alguns problemas técnicos que comprometeram os meus resultados nos treinos cronometrados”, disse Luís Sá Silva.

Em declarações à imprensa, o piloto aponta entre as adversidades a superar a peculiar configuração do circuito, da qual resulta concentração de tráfico em determinados sectores da pista, mas Luís Sá Silva garante utilizar a experiência obtida no ano transacto,  como a principal divisa ao frisar que “este ano chego mais forte e espero ter a sorte do meu lado para voltar a pontuar neste desafiante circuito”.

O engenheiro principal da equipa, Nuno Pinto reitera a sua confiança no piloto, a avaliar pelos resultados obtidos na primeira etapa, mas adverte para “a necessidade de maior atenção ao facto do clima em Spa-Francorchamps ser muito instável”, em função do qual a estratégia no uso de pneus deve ser a mais acertada.

“Spa-Francorchamps é um circuito mítico do panorama automobilístico, pois  além da pista ser muito veloz e difícil, proporciona corridas excitantes, uma vez que tem várias zonas de ultrapassagem. Penso que o Luís e a equipa chegam a segunda metade do campeonato em boa forma e que a obtenção de um resultado satisfatório está ao nosso alcance”, disse o técnico.  


AUTOMOBILISMO
Organização huilana promete condições


A organização da tradicional prova internacional dos 200 km da Huíla em automobilismo está comprometida na criação de todas as condições técnicas e de segurança para proporcionar uma competição sem incidentes e acidentes, no próximo dia 31 deste mês, no circuito citadino de Nossa Senhora do Monte.

Ivan Santos, presidente da Associação Provincial dos Desportos Motorizados da Huíla, disse que, actualmente, uma parte da pista, bem como questões de organização,  regulamento e logística, já estão criadas.

Revelou que nestas duas últimas semanas vão trabalhar em alguns aspectos de segurança ao previlegiar, com muita antecedência, a distribuição do respectivo equipamento de segurança pela pista, pilotos, colocação de cordas, pneus e barreiras nas áreas críticas.

“Estamos a trabalhar arduamente nisso. Queremos que o sucesso alcançado na quarta prova do campeonato angolano de karting se espelhe também nos 200 kms da Huíla em automobilismo e que consigamos ter, mais uma vez, uma organização sem erros para honrarmos o nome da província por forma a demostrarmos que sabemos fazer bem as coisas”, disse.

Ivan Santos apelou à população para não danificar o equipamento de segurança que a organização da prova está a colocar no circuito, concretamente nos locais considerados de risco. “Se a populaçao retirar esse equipamento vai estar a complicar a nossa tarefa e pôr em risco a sua própria segurança quando estiver a assitir ao roncar dos motores”, preveniu.

O dirigente disse estar comprometido na criação de condições de segurança para as populações que se deslocarem no circuito durante a prova. Por isso, pediu às entidades que trabalham com pneus, recauchutagem, oficinas e particulares que efectuam serviços nas suas residências a apoiarem a associação com pneus velhos de qualquer tipo.

Avançou que este ano, a organização vai reforçar a quantidade de pneus e a forma de como os referidos pneus eram colocados à volta do circuito para servir de protecção dos pilotos e pessoas que estiverem a assistir à corrida de automobilismo vai ser revista". "Estamos a precisar de uma maior quantidade de pneus e vamos colocá-los no circuito com muito mais antecedência do que era feito normalmente”, afirmou.

Anunciou que para a presente edição, a prova vai contar com a participação de 32 pilotos em representação das provincias de Luanda, Benguela, Namibe, Huambo, Huíla e Cuanza Norte. O presidente da Associação dos Desportos Motorizados da Huíla, acrescentou que quatro pilotos da vizinha Namíbia na classe de turismo manifestaram interesse em correr na prova.

“Se conseguirmos manter o padrão das últimas três provas, contamos ter 32 participantes nacionais nas diversas classes. Estamos, também,  à espera da confirmação final dos quatro pilotos da vizinha Namíbia”, informou.

A tradicional prova dos 200 km da Huíla em automobilismo constitui a principal atracção do programa desportivo das festas de Nossa Senhora do Monte que decorrem de 2 a 31 de Agosto, na cidade do Lubango e arrasta milhares de populares.
Gaudêncio Hamelay, no Lubango