Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Luís Sá Silva melhora performance

Hélder Jeremias - 03 de Julho, 2013

Piloto angolano voltou a estar em destaque recentemente em Silverstone onde foi disputada a terceira jornada da campeonato GP3 Series tendo ficado na décima segunda posição

Fotografia: Jornal dos Desportos

O piloto angolano de GP 3 Series, Luís Sá Silva, está mais galvanizado e confiante na obtenção de melhores resultados na quarta jornada da temporada, a ter lugar sábado e domingo próximos, no circuito de Nurburgring, Alemanha, depois da brilhante exibição que protagonizou no domingo no traçado de Silverstone, palco da terceira jornada, na qual terminou na 12ª posição da tabela classificativa.

No seu primeiro ano ao serviço Angola Racing by Carling, a jovem aposta do automobilismo nacional começou de forma titubeante, mercê do pouco tempo de adaptação ao potente motor do GP 3 e a agressividade dos pilotos europeus, tendo alcançado os últimos lugares nas duas provas iniciais em que, devido ao contacto, foi obrigado a abandonar a prova mais cedo.

Luís Sá Silva parece mais esclarecido do ponto de vista técnico, ao efectuar uma trajectória com tempos muito regulares e a fazer recuperações dignas do elogio da equipa técnica, com realce para o facto de ter partido da 16ª posição da grelha de partida e ainda no limiar da corrida se estabelecer na 12ª posição, entre os 23 corredores. No final da prova, o piloto transbordava de alegria por ter feito a sua melhor prova ao volante do GP 3, no circuito inglês de maior referência, facto que permite à sua equipa manter a convicção de alcançar melhores performances nas provas subsequentes, com o objectivo de granjear os mais altos patamares do automobilismo.

“Esta prova serviu para recuperar a confiança e ganhar ritmo de corrida. Sinto-me motivado para a próxima prova, que é já no próximo fim-de-semana, em Nurburgring, na Alemanha.  É um traçado muito interessante, que só conheço na versão curta. A nossa meta é fazer uma boa qualificação para assegurar a partida nos lugares da frente”, disse Luís Sá Silva. O piloto aproveitou para agradecer as mensagens de encorajamento que tem recebido dos angolanos, dentro e fora do país, comprometendo-se a trabalhar para continuar a dignificar a Nação angolana.

“Foi um fim-de-semana importante, porque sei que mostrei progressão e um ritmo muito competitivo.  Tem sido muito importante para a minha carreira sentir o apoio dos angolanos. Espero, brevemente, retribuir esse apoio, com pontos no campeonato, muito obrigado”, concluiu.

Reconhecimento
Treinador reitera confiança no piloto


O técnico principal da Angola Racing Team, Nuno Pinto, prometeu trabalhar com muita intensidade nos dias que antecedem a quarta jornada do Euro séries de GP 3, a ter lugar sábado e domingo no circuito de Nurburgring, no sentido de obter a primeira pontuação da época. Depois da boa actuação do representante angolano nos circuitos internacionais, Nuno Pinto acredita que a receita para concretizar tal objectivo passa pela largada numa posição mais vantajosa da grelha de partida, tendo em conta a ausência de erros na folha de estatísticas da última prova, em que Luís Sá Silva esteve no ataque desde o princípio ao fim.

“Melhor que o resultado final foi o facto de o Luís Sá Silva ter mostrado um ritmo de corrida ao nível dos melhores. Foi rápido e consistente, não fez nenhum erro e atacou do princípio ao fim, fazendo a sua melhor volta mesmo a cruzar a bandeira de chegada. Isto prova a progressão do piloto ao longo de todo o fim-de-semana e tenho a certeza que quando partirmos mais à frente ele vai ser capaz de lutar facilmente por pontos. Há que trabalhar para melhorar a qualificação. Estamos todos muito contentes com a sua performance.”

Luís Sá Silva notabilizou-se no Campeonato Asiático de Fórmula Renault 2.0, no qual se sagrou vice-campeão em 2009, ao serviço da Ásia Racing Team, equipa sediada em Macau, teve passagem pela categoria da China Pilota, Fórmula 3, tendo preenchido a sua ficha de serviço com resultados que ditaram a ascendência ao Euro Séries de GP 3.           
H.J