Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lus S Silva regressa satisfeito

Hlder Jeremias - 09 de Julho, 2014

O piloto angolano Lus S Silva regressa nas prximas horas ao pas, vindo da Inglaterra, onde ocupou o nono lugar na terceira jornada do Campeonato Euro Series de GP 3

Fotografia: Jornal dos Desportos

O piloto angolano Luís Sá Silva regressa nas próximas horas ao país, vindo da Inglaterra, onde ocupou o nono lugar na terceira jornada do Campeonato Euro Series de GP 3, disputada sábado e domingo último no circuito de Silverstone.

O angolano ao serviço da Carling entrou para a prova com muita confiança, porque conhecia o traçado inglês, no qual marcou a sua primeira presença em 2013, na categoria de Fórmula 3, aos comandos do monolugar da Carling. Na altura, obteve uma das melhores marcas na época cuja desenvoltura positiva influenciou a confiança em si depositada pela equipa, desta feita na categoria de GP3.

Este ano em Silvestrone, Sá Silva sentiu inúmeras dificuldades para se manter na disputa da primeira corrida, quando um toque com o piloto uruguaio Santiago Urrutia resultou na ligeira danificação da asa direita e a consequente perda de velocidade, que o fez terminar na 18ª posição.

Ao largar em 18º na segunda corrida (domingo) Luís Sá Silva revelou, mais uma vez, a sua extraordinária capacidade de recuperação, quando efectuou nove ultrapassagens. O destaque recai para o último terço da corrida em que chegou a efectuar voltas mais rápidas que os primeiros classificados. Contudo, o escasso tempo não permitiu alcançar melhor lugar do que a condigna nona posição entre 24 concorrentes. Sá Silva regressa hoje da Inglaterra satisfeito por ter alcançado uma classificação que mostra a sua evolução.

"Volto da Inglaterra satisfeito porque fiz uma boa corrida, joguei sempre ao ataque. Pude impor um bom ritmo e efectuar nove ultrapassagens. Sempre que tivesse a pista livre, os meus tempos por volta eram mais rápidos dos que dos líderes, o que nos leva a depreender que estamos no caminho certo", disse Luís Sá Silva.