Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lusíadas e Ciências Sociais buscam hoje passe para final

Hélder Jeremias - 13 de Julho, 2014

Jovens universitários disputam hoje o passe para a final da competição que vai decorrer no pavilhão Vitorino Cunha

Fotografia: João Gomes

A partida entre a Universidade Lusíada de Angola e a Faculdade de Ciência Sociais é o destaque das meias finais do Campeonato Universitário de Basquetebol, que se disputa hoje, a partir das 10h00, no campo da Universidade Jean Piaget.

Com um total de cinco títulos, a formação Lusíada defronta a Faculdade de Ciências Sociais, cujo desempenho é “excelente”, sobretudo na etapa derradeira. A convicção do quarto título faz a partida ter um  prognóstico dificil.

A Universidade Lusíada é liderada tecnicamente por Osvaldo Fernandes,  no seio dos estudantes universitários, é apontada como a principal favorita à vitória a avaliar pela brilhante campanha na época, cuja final está marcada para o dia 20 do corrente no pavilhão Vitorino Cunha, à Maianga, ex-Rio Seco.

Os lusíadas contam no seu plantel com quatro jogadores federados, número limite para as equipas que actuam no Bai Basket, para potenciar o esquema táctico. Porém, os sociólogos estão avisados da astúcia do adversário. A equipa técnica aproveitou os últimos dias da semana para dotar o plantel de maior coesão com base no entrosamento defensivo e fluidez nas transições para o ataque.

 Qualquer que seja o resultado, apenas uma equipa disputa a final, cujo adversário sai do jogo entre os independentes e os privados. Antes desse encontro, a Universidade Privada de Angola diante (UPRA) defronta a Universidade Independente de Angola, às 8h30, no mesmo espaço.

O vice-presidente da Federação Angolana dos Desportos Universitário, Marcelo Branco, elogiou a postura das equipas que perfilam no campeonato sob tutela da sua instituição. O responsável disse que o basquetebol universitário representa uma contribuição significativa para o engrandecimento das competições federadas e a formação de jovens com cultura desportiva.

Marcelo Branco reconhece as dificuldades enfrentadas pelas equipas. A  escassez de campos para se levar a cabo os jogos em horários adequados, constituiu o principal obstáculo.

“A nossa maior dificuldade reside na falta de campos, mas devo louvar o trabalho que as equipas têm feito para ultrapassar esta lacuna e elevar o nível competitivo em cada época”, disse.Marcelo Branco lamentou a redução de equipas universitárias na principal competição nacional da Federação Angolana de Basquetebol. A saída do CDUAN foi um revês que fez com que a instituição estivesse representada apenas pela Lusíada. “Depois da saída do CDUAN, a Universidade Lusíada é um exemplo a seguir às demais instituições do ensino”, disse Marcelo Branco.


TORONTO RAPTORS
Bruno Caboclo
tem boa estreia


A primeira escolha do Toronto Raptors, no draft desta época, fez a sua estreia pela equipa canadense na última sexta-feira pela Liga de Verão da NBA, em Las Vegas. O extremo brasileiro Bruno Caboclo teve um bom início e a equipa do Canadá venceu por 89 a 78 o Los Angeles Lakers.

Na Liga de Verão, espécie de teste para novatos das equipas da liga, Bruno Caboclo teve um bom desempenho em 24 minutos jogados. O brasileiro fez 12 pontos e agarrou dois ressaltos. Na mesma competição, os brasileiros Lucas ‘Bebê’ Nogueira e Scott Machado tiveram prestações diferenciadas. O primeiro fez dez pontos, cinco ressaltos e uma assistência em 19 minutos. Já o segundo teve apenas um ressalto defensivo registado em 12 minutos jogados.