Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Luvungo expe campanha hoje

Rosa Napoleo - 08 de Fevereiro, 2018

Os resultados do trabalho de sensibilização junto dos associados provinciais e da apresentação da proposta de gestão da Federação Angolana de Lutas (Falutas) para os próximos dois anos, é o tema da Conferência de Imprensa agendado para hoje às 16h00, à Cidadela Desportiva. A actividade conta com todos os membros da lista B, de candidatura liderado por Miguel Luvungo, único concorrente à presidência de direcção.
O período para convencer os associados ao voto, teve início no passado dia 26 de Janeiro e terminou com saldo positivo, segundo Miguel Luvungo.
\"Estamos satisfeitos com o trabalho feito junto das Associações provinciais. Fomos bem recebidos e transmitimos o nosso programa de acção. As visitas serviram igualmente para constatar o estado das Associações e os seus problemas. Concluímos com saldo positivo e podemos contar com o voto\", disse.
A estratégia de apresentar a mensagem junto dos associados, envolveu todos os responsáveis integrantes da lista. Myemba Manbuanzi trabalhou no Cuando Cubango, António Junqueira, em Cabinda; Domingos Vetokele convenceu os eleitores no Zaire, Miguel Luvumbu esteve no Uíge e Gaspar Teca, em Malanje. Mvemba Manbuanzi trabalhou na Lunda-Sul e António Zango falou com associados de Benguela e de Cuanza - Sul.
Entre as propostas constantes do programa de acção da única lista concorrente às eleições na Falutas, destacam-se a reconstrução da sede da Federação, para adaptá-la de nova dinâmica a imprimir, a colaboração directa com os órgãos auxiliares do Poder Executivo que respondem pelo desporto, inscrição de todos os associados desde os dirigentes, árbitros, técnicos e atletas, apoio administrativo aos clubes e Associações provinciais, parceria com a Federação Internacional de Lutas para beneficiar da formação, competição e troca de experiências.
A realização de acções de formação para treinadores e árbitros, e o aumento do nível competitivo das competições internas completam a relação.
As províncias de Cabinda, Malanje, Uíge, Cuando Cubango, Lunda-Sul, Cuanza-Sul, Zaire e Benguela compõem a massa votante. Luanda foi excluída da lista da população votante, por não resolver as questões administrativas.
A comissão eleitoral recusou a candidatura de João Konde.