Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Magnussen elogia Renault

29 de Março, 2016

Kevin estreou-se pela Renault

Fotografia: AFP

Kevin Magnussen estreou-se pela Renault com o 12º lugar no GP da Austrália e saiu a elogiar no carro . A tentativa acabou de forma peculiar, com ele a dizer que o “bom carro” não é na verdade tão bom, assim. O GP da Austrália significou a primeira corrida da Renault na F1 como equipa de fábrica desde o final da temporada 2011, então foi uma reestreia esperada. A equipa chegou mesmo a colocar o carro na praia, numa grande prancha de surfe, mas isso acabou por ser o grande momento do final de semana. A Renault saiu sem pontuar.

Jolyon Palmer ficou em 11º lugar, enquanto Kevin Magnussen foi 12º. O dinamarquês teve de lidar com um golpe de azar logo após a largada da corrida - com um pneu furado fortuitamente. Depois da prova, a avaliação de Kevin era positiva - de certa forma. O R.S.16 não é forte o suficiente para ganhar provas ou terminar no pódio. Mesmo nem chegar ao Q3 nas classificações, mas para Magnussen é um bom ponto de partida, sólido, para o que a Renault deseja.

"Eu acredito que temos um óptimo carro. Não é rápido o bastante para vencer ou chegar ao pódio ou entrar no Q3, mas é uma boa base, boa estrutura de carro. É algo que podemos trabalhar em cima. Não precisamos de mudar algo, não precisamos de nova filosofia. É o que temos, é bom e dá para trabalhar em cima", falou.

Depois o pupilo da McLaren comentou um pouco mais sobre a prova e o que deixou de ser um bom dia para a equipa francesa.  "Foi bem complicado, perturbei-me  um pouco ter de lidar com um pneu furado no começo, não acho que tivesse qualquer contacto, foi azar. Tive sorte com a bandeira vermelha - e foi uma sorte que o Fernando não se tenha magoado, foi insano", classificou. "Então eu tive sorte de voltar a grelha e fizemos uma boa corrida daí em diante. Acho que se a corrida tivesse sido só isso era óptimo, mas claro que ficamos chateados com o pneu furado", encerrou.