Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Malanje anuncia prova regional

03 de Janeiro, 2015

Depois de atribuir a vitaura a Paulino Jacinto da província do Huambo governo de Malanje quer manter o prémio da corrida

Fotografia: Eduardo Cunha

O governo provincial pretende tornar a São Silvestre de Malanje, numa prova regional, para conferir dignidade e competitividade à corrida pedestre, de fim de ano. A perspectiva foi avançada pelo vice-governador provincial para o sector político e social, Manuel Campo, quando falava por ocasião da V edição da São Silvestre realizada na última quarta-feira.

O responsável apelou aos atletas de todo o país, a aderirem à corrida de Malanje, porquanto tudo vai ser feito no sentido de se concretizar o desiderato. A preparação da prova de 2015 tem início a partir da próxima semana.

Manuel Campo apelou ao empresariado da província de Malanje no sentido de apoiar a causa, em prol do desenvolvimento do desporto na província, tendo em conta que a realização de eventos como a São Silvestre passam por patrocínios da classe empresarial.

Essa medida, vai implicar a melhoria dos prémios para incentivar os corredores de outras regiões a participar da competição.

A São Silvestre de 2014 disputada quarta-feira em Malanje foi ganha pelo atleta Paulo Jacinto, individual, da província do Huambo, que destronou o malanjino Gomes Pedro, vencedor de 2013, e que se classificou na segunda posição.

O vencedor recebeu como prémio uma viatura ligeira para além da medalha de ouro e o troféu.

TOMÁS FARIA
FAZ APELO  AOS JOVENS

O presidente do Atlético Petróleos de Luanda, Tomás Faria, apelou aos jovens de todo o país a apostar mais na prática do desporto para beneficiarem das vantagens que proporciona à saúde. O dirigente defendeu a ideia no final da 59ª edição da São Silvestre de Luanda, na qual participa com regularidade.

Tomás Faria assegurou que o desporto é “importante e oferece inúmeras oportunidades como evita doenças do foro cardio-respiratório, hipertensão e diabetes”.


Paralímpicos
José Jengue
recebe casa


José Jengue vai receber nos próximos dias uma residência como prémio adicional pela conquista da prova pedestre São Silvestre de Malanje, na categoria de T11. O melhor atleta da actualidade das terras da Palanca Negra já havia recebido, na última quarta-feira, 500 mil kwanzas das mãos do governador provincial de Malanje, Norberto dos Santos "Kwata Kanawa".

A atribuição do prémio adicional havia sido anunciada na reunião técnica da maior prova pedestre de Malanje, caso vencesse a prova.
Em feminino, Severina Chicomba, da província do Huambo foi a grande vencedora da classe T11 com o tempo de 40min36s. Madalena Sachindoca e Severina Chicomba, ambas da província do Cuanza Sul, ocuparam os dois outros lugares do pódio.

A edição de 2014 da São Silvestre de Malanje contou com a participação de 144 atletas das províncias de Malanje, Luanda, Lunda Sul, Uíge e Bengo. Efectivos da Marinha de Guerra, Exército e Polícia Nacional participaram também no evento.
VENÂNCIO VICTOR


CABINDA 
Madalena Simba
vence corrida


Madalena Simba venceu a prova pedestre São Silvestre de Cabinda, ao cronometrar o tempo de 51min16s no percurso que teve a partida no Largo do Cabassango e a chegada no Estádio Municipal do Tafe. Paulina Lelo ficou na segunda posição com 1h02min, seguido de Neusa Barros, com mais sete minutos.

MASCULINO
Inocêncio Abó venceu a prova com 44min47s, seguido de Lourenço Chimpolo, com 48min51s, e de Pedro Jesus, com 48min55s.

PARALÍMPICO
Verónica Buia cronometrou 57min37s ao percorrer os dez quilómetros e ocupou o primeiro lugar da prova de fim de ano. Maria Bumba ficou na segunda posição com  58min50s, enquanto Maria Lunda foi a terceira do pódio com 1h04min.
Em masculino, o primeiro lugar coube ao Alex Brás, com 46min54s, seguido de Adalberto Kianga, com 52min06s e de David Sumbo, com 52min33s.
Em veteranos, a vitória foi para Paulino Chicambo, com 43min09s. José António venceu a categoria de popular com 38min46s.