Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Malária preocupa autoridades de Goa

20 de Dezembro, 2013

A maior parte dos casos detectados pelo Centro de Saúde da Área Urbana de Margão era de operários migrantes da construção que trabalham no estádio Nehru

Fotografia: AFP

As autoridades sanitárias de Goa, na Índia, mostraram-se ontem preocupadas com os casos de malária detectados na área do estádio que vai acolher a cerimónia de inauguração dos Jogos da Lusofonia, a 18 de Janeiro.

“Cerca de 70 por cento dos casos detectados pelo Centro de Saúde da Área Urbana de Margão (a segunda cidade de Goa) eram de operários da construção migrantes, especialmente a trabalhar no Estádio Nehru, e perto de obras em curso no Hospital, em Margão”, refere um comunicado de imprensa emitido pelo departamento de saúde goês, citado pela agência de notícias indiana Ians.

O estádio Nehru, perto de Margão, no sul de Goa, é um dos estádios mais antigos do estado e vai ser o anfitrião da cerimónia de inauguração dos Jogos da Lusofonia, bem como das partidas de futebol.

O comunicado refere que o departamento de saúde de Goa conseguiu diminuir a malária e os casos de encefalite japonesa no estado, “apesar de os casos de dengue terem aumentado, de acordo com a tendência de toda a Índia”.

O documento refere que o governo instruiu todas as unidades de saúde no sul de Goa para tomarem as medidas adequadas ao controlo de doenças transmitidas por insectos e aconselhou os fornecedores públicos e vendedores de beira de estrada a evitarem situações insalubres que são a fonte desses mosquitos.

Os Jogos da Lusofonia vão decorrer de 18 a 29 de Janeiro em Goa. Entre os países que participam nos jogos de Goa estão Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Timor-Leste, Guiné-Bissau, Macau (China), Moçambique e São Tomé e Príncipe e ainda a Guiné Equatorial, Índia e Sri Lanka como membros associados.