Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Maldonado lamenta orçamento exíguo

23 de Outubro, 2015

Venezuelano quer o carro mais forte

Fotografia: Reuters

Pastor Maldonado disse que a Lotus tem um óptimo carro, mas, como não pôde desenvolvê-lo ao longo do ano, precisa se contentar em lutar apenas por pontos na recta final da temporada.

A diferença entre a Lotus e a Ferrari na F1 2015 está no orçamento. Essa é a avaliação do piloto venezuelano Pastor Maldonado, que defende a equipa auri-negro desde a temporada passada.

 A Ferrari é a vice-líder do Mundial de Construtores com 359 pontos e três vitórias no ano. A Lotus aparece na sexta colocação com 66 pontos e apenas um pódio, o terceiro lugar de Romain Grosjean no GP da Bélgica.

“O suporte que temos na fábrica e a qualidade das pessoas que trabalham na equipa é um dos melhores na F1. O único problema é o financeiro. Temos o mesmo carro desde o início da temporada e ainda estamos brigando por pontos, então consegue imaginar a situação se tivéssemos como desenvolver o carro?”, argumentou o piloto.

 “Se tivéssemos potencial para desenvolver o carro na direcção correcta, talvez não estivéssemos vencendo corridas como a Mercedes, já que eles têm tudo o que precisam para estar onde estão agora, mas nós estaríamos muito mais perto da Ferrari e da Williams”, disse.