Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Manor com participação tremida

07 de Janeiro, 2017

A escuderia britânica Manor F1, que está a atravessar graves dificuldades financeiras

Fotografia: AFP

A escuderia britânica Manor F1, que está a atravessar graves dificuldades financeiras, entrou ontem em processo de administração judicial, mas a participação no Mundial de Fórmula 1 de 2017 está cada vez mais em risco.

"Nos últimos meses, os dirigentes têm trabalhado arduamente para atrair investimento e assegurar a continuidade da escuderia, mas, infelizmente, não o conseguiram em tempo útil", indicou o administrador judicial, Geoff Rowley.

O responsável precisou que apenas uma parte da empresa foi colocada sob administração judicial, a pedido do próprio dono da equipa, Stephen Fitzpatrick, não incluindo a parte que detém os direitos de participação no Campeonato do Mundo de F1.

Rowley admitiu, no entanto, que existe “uma janela de oportunidade muito limitada” para angariar o investimento necessário que permita à escuderia sediada em Banbury disputar o Mundial de 2017 da categoria rainha do desporto automóvel.