Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Manuel Barros espreita ttulo

Helder Jeremias - 08 de Dezembro, 2018

Manuel Barros venceu a categoria Net com 33 pontos, seguido de Jos Cortez (33)

Fotografia: Jornal dos Desportos

Manuel Barros tem a difícil missão de defender hoje a vitória alcançada na jornada anterior para conquistar o Campeonato de Golfe Ordem de Mérito Mangais/BFA2018.
A décima jornada é disputada a partir das 09h00, no resort Mangais na Barra do Cuanza. A boa exibição patenteada coloca-o como o virtual vencedor da competição.
Manuel Barros conta com a concorrência de José Cortez, Rui Silva, António Flor, Eduardo Muanafuno e Paulo Cascão. Os dois primeiros terminaram no pódio na jornada anterior e têm as mesmas oportunidades para lograr o título de campeão nacional.
Outros atletas a ter em conta respondem pelos nomes de  Mário Braga, vencedor do prémio Nearest The Pin (a tacada mais próxima do alvo), Crismim Costa, prémio Longest Drive (tirada mais distante) e António Marçal, prémio Firs Gross (mais rápido a arremesso).
A porta-voz da Federação Angolana de Golfe, Clara Oliveira, disse que o desempenho dos atletas deixa a organização \"muito satisfeita\" face aos investimentos feitos. A disputa da final da competição vai ser \"muito renhida\".
\"É uma satisfação muito grande constatar que os nossos atletas são capazes de se exibir em grande nível desportivo perante jogadores com muita experiência. Isso permite-nos ter o sentimento do dever cumprido\", disse.
Na jornada anterior, Manuel Barros venceu a categoria Net com 33 pontos, seguido de José Cortez (33) e de Rui Silva (35) sob o signo de equilíbrio.
A organização vai proceder à premiação dos vencedores num evento a acontecer a partir das 22h00 no Marina Baia Yatch Club à Ilha de Luanda. Manuel Barros tem a difícil missão de defender hoje a vitória alcançada na jornada anterior para conquistar o Campeonato de Golfe Ordem de Mérito Mangais/BFA2018.
A décima jornada é disputada a partir das 09h00, no resort Mangais na Barra do Cuanza. A boa exibição patenteada coloca-o como o virtual vencedor da competição.
Manuel Barros conta com a concorrência de José Cortez, Rui Silva, António Flor, Eduardo Muanafuno e Paulo Cascão. Os dois primeiros terminaram no pódio na jornada anterior e têm as mesmas oportunidades para lograr o título de campeão nacional.
Outros atletas a ter em conta respondem pelos nomes de  Mário Braga, vencedor do prémio Nearest The Pin (a tacada mais próxima do alvo), Crismim Costa, prémio Longest Drive (tirada mais distante) e António Marçal, prémio Firs Gross (mais rápido a arremesso).
A porta-voz da Federação Angolana de Golfe, Clara Oliveira, disse que o desempenho dos atletas deixa a organização \"muito satisfeita\" face aos investimentos feitos. A disputa da final da competição vai ser \"muito renhida\".
\"É uma satisfação muito grande constatar que os nossos atletas são capazes de se exibir em grande nível desportivo perante jogadores com muita experiência. Isso permite-nos ter o sentimento do dever cumprido\", disse.
Na jornada anterior, Manuel Barros venceu a categoria Net com 33 pontos, seguido de José Cortez (33) e de Rui Silva (35) sob o signo de equilíbrio.
A organização vai proceder à premiação dos vencedores num evento a acontecer a partir das 22h00 no Marina Baia Yatch Club à Ilha de Luanda.