Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Marc Mrquez parte na Pole Position no GP da Alemanha

12 de Julho, 2015

Marc Mrquez quem puxa a lista de pilotos

Fotografia: AFP

Marc Márquez voltou a exibir um ritmo forte e com 1min21s083, garantiu a liderança na terceira sessão de treinos livres para o GP da Alemanha, de MotoGP, que acontece hoje. Jorge Lorenzo aparece em segundo, à frente de Valentino Rossi.

Depois de ditar o ritmo nas duas primeiras sessões de treinos, em Sachsenring, Marc Márquez voltou a exibir uma boa forma, na manhã de ontem. O espanhol dominou praticamente todo o terceiro treino livre, mas também teve perfeitas condições de reagir à aproximação dos rivais.

Apesar do crescimento da dupla da Yamaha, nos minutos finais, Marc teve pista livre no seu último giro para cravar 1min21s083 e ficar com o topo da tabela de tempos. 0s138 mais lento, Jorge Lorenzo aparece em segundo.

Líder do Mundial, Valentino Rossi não tardou em melhorar a marca de sexta-feira, mas levou a sessão toda para aparecer na parte de cima da tabela. Com 1min21s274, o italiano ficou a 0s191 de Marc.

 Já 0s479 mais lento que o líder, Andrea Dovizioso, garantiu a quarta posição, logo à frente de Bradley Smith. Dani Pedrosa surge para fechar o top-6.

 Com seu melhor giro em 1min21s689, Aleix Espargaró,  garantiu a sétima posição, à frente de Cal Crutchlow, que sofreu uma queda em meados do treino.

Entretanto, com o sol a brilhar no céu de Oberlungwitz, a temperatura subiu na manhã de ontem. Na hora do treino da MotoGP, os termómetros marcavam 22°C, com o piso a chegar aos 28°C. A velocidade dos ventos era de 2 km/h.

A sessão começou com Marc Márquez na liderança do resultado combinado, 0s119 à frente de Bradley Smith. Andrea Iannone vinha na sequência, com Jorge Lorenzo e Dani Pedrosa.

Ainda nos primeiros instantes da sessão, Aleix Espargaró, sofreu uma queda na curva um, mas o acidente não teve maiores consequências.

A maioria dos pilotos passaram a usar o pneu assimétrico dianteiro, inclusive Pedrosa, que nunca tinha testado a borracha azul. Michael Laverty, por outro lado, vinha com a borracha macia, assim como Scott Redding, que continuou a trabalhar com a borracha média.

 Logo nos primeiros minutos, Valentino Rossi anotou 1min21s918 e melhorou a sua marca combinada, assumiu o sexto posto, 0s297 atrás do líder.

Pouco depois, Márquez baixou para 1min21s619, manteve  a ponta. Pedrosa virou 0s063 mais lento e  instalou-se  no segundo posto.

Smith tinha o terceiro posto no resultado combinado, seguido por Iannone, Lorenzo, Rossi, Aleix, Crutchlow, Hernández e Redding.

 Com pouco mais de dez minutos de sessão, os pilotos partiram para a primeira parada nos boxes. Assim como Mugello e Sepang, na pista de Sachsenring a aderência varia muito da manhã para tarde, com o agarre  a cair após o almoço.

Com a temperatura mais alta do que na manhã de sexta-feira, as condições já eram bem diferentes, permitia que muitos pilotos melhorassem as suas marcas logo nos primeiros minutos do treino.

Enquanto alguns pilotos trabalhavam para melhorar as suas marcas, outros já estavam parados nas boxes pela segunda vez. A faltar mais de 15 minutos no cronómetro, Márquez, Pedrosa, Smith, Iannone, Lorenzo, Rossi, Aleix, Crutchlow, Hernández e Redding eram os pilotos com vaga garantida directo no Q2.


GP da Alemanha
Relação dos dez pilotos que garantiram lugar

Mais veloz , no combinado do resultado dos três treinos livres realizados na Alemanha, Marc Márquez é quem puxa a lista de pilotos que passam directo para o Q2, fase final da classificação, que aconteceu ontem.

Marc Márquez tem estado a demonstrar amplo domínio em Sachsenring,  foi o piloto mais rápido nos resultados combinados dos primeiros três treinos livres da MotoGP. Com a marca de 1min21s083, o espanhol avança directo ao Q2, fase final da classificação.

Com um tempo 0s138 mais lento que o ponteiro, Jorge Lorenzo também pula para a última parte do treino classificatório. Quem segue a dupla são Valentino Rossi, Andrea Dovizioso, Bradley Smith, Dani Pedrosa, Aleix Espargaró, Cal Crutchlow, Andrea Iannone e Pol Espargaró.

Da lista dos pilotos que vão disputar as duas últimas vagas e participar do Q1 aparece Maverick Viñales, seguido por Scott Redding, Yonny Hernandéz, Hector Barberá, Danilo Petrucci, Álvaro Bautista, Jack Miller, Nicky Hayden, Mike di Meglio, Alex de Angelis, Loris Baz, Eugene Laverty, Hiroshi Aoyama, Michael Laverty e Claudio Corti.