Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Marc Mrquez bate Andrea Dovizioso e assegura ttulo de campeo no Japo

Altino Vieira Dias - 22 de Outubro, 2018

Depois do triunfo de Marc Mrquez o interesse nas prximas corridas estar apenas nas lutas entre os restantes pilotos na classificao

Fotografia: AFP

O previsto tornou-se visto, o piloto catalão Marc Márquez só precisava de ficar à frente do italiano no circuito de Motegi para poder festejar antecipadamente o quinto título. Marc Márquez venceu e convenceu ontem no Grande Prémio do Japão, no Circuito de Motegi, sagrando-se campeão mundial de Moto GP de 2018, com 296 pontos, fazendo, assim, mais de 100 diferença em relação ao principal concorrente e um número inatingível para as corridas que faltam. Os seus mais direitos adversários, os italianos Andrea Dovizioso, com 194, e Valentino Rossi, com 185, jamais conseguirão alcançar esta pontuação. O pódio ficou da seguinte maneira Marc Márquez em primeiro lugar, Carl Crutchlow em segundo e Alex Rins em terceiro.   
A largada foi boa, sem nenhum toque entre os pilotos. Dovizioso,  partindo da polé, fechou a porta a Zarco e a Mir, tendo o francês (Zarco) caído para o sexto lugar. A partir da sexta posição, Marc Márquez fez um bom arranque e ultrapassou quatro pilotos, indo assim ao encalço de Dovisiozo. Na 13ª, começou o jogo do gato e rato entre “Dovi” e Márquez, com o segundo a ultrapassar o primeiro na 14ª volta, mas a alegria deste não durou muito, pois Dovi voltou a ultrapassar Márquez.
O italiano Andrea Dovizioso não conseguiu conter as tentativas de ultrapassagem do espanhol Marc Márquez e, a 4 voltas do fim, foi mesmo ultrapassado. Como se não bastasse, tudo o que poderia correr mal, correu ainda pior, pois, a duas voltas do fim na tentativa frustrada de acompanhar o primeiro (Márquez), “Dovi” “deu um tiro ao próprio pé”, caiu, tirando assim todas as suas hipóteses de reduzir a diferença com Márquez. Este foi sem dúvida o ponto mais crítico da corrida.
O Japão era a última hipótese para Dovi, no campeonato. No início do campeonato, muitos fãs acreditavam na Ducati, e que os seus pilotos Andrea Dovizioso e Jorje Lorenzo seriam os grandes campeões  da temporada de 2018, mas vimos os seus prognósticos a desmoronar-se em pista, antes mesmo do final da temporada. Os pilotos da Ducati, Andrea Dovizioso e Jorje Lorenzo, cometeram um série de erros que deixaram os fãs da Ducati eos amantes da modalidade, no geral, aborrecidos. Dovi não tinha direito de errar mais, mas voltou a errar, parece que não aprendeu com os erros do passado e a forma como perdeu o campeonato foi muito dolorosa. 
Com este resultado, o interesse nas próximas corridas estará apenas nas lutas entre os restantes pilotos  na classificação, pois o primeiro lugar já tem dono.